Notícias >> Política
  •  

    Em 10/08/2019

     

    Ex-prefeito de Itaporanga é homenageado em São José de Caiana

     



                   Por Redação da Folha – Uma propositura do vereador Marcos de Chico de Dezinho foi aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal de São José de Caiana em sessão da noite dessa sexta-feira, 9. Trata-se da concessão do Título de Cidadania Caianense ao médico e ex-prefeito de Itaporanga, Djaci Brasileiro.

                    Conforme Marcos, sua propositura fundamenta-se no fato de que Djaci, que atualmente é médico do hospital do Caiana, tem prestado um relevante serviço à saúde pública caianense. “É uma justa homenagem”, comentou o vereador, ao lembrar que a data para a entrega da honraria ainda será definida.

                    Natural de Igaracy, Djaci também foi deputado estadual por sucessivos mantatos e é uma figura conhecida em toda a região pela sua militância na medicina e na política.

     

     

     

     

     

  •  

    Em 28/07/2019

     

    Psolistas de Itaporanga participam de encontro de mulheres em João Pessoa

     



               Por Redação da Folha – Representantes do Psol (Partido Socialismo e Liberdade) de Itaporanga participaram de um encontro estadual de mulheres da legenda promovido pelo diretório estadual do partido em João Pessoa.

                O encontro ocorreu durante o dia desse sábado, 27, e debateu as lutas e estratégias do partido pelos direitos das mulheres diante dos desafios impostos por uma conjuntura política atual de opressão, criminalização e desrespeito ao feminismo, às minorias e aos movimentos sociais.

                A militante Rita Pereira foi quem representou a ala feminina do Psol de Itaporanga na reunião em João Pessoa. Ela esteve acompanhada por dois diretorianos da legenda local, Manoel Osmindo e Zé Ailton Viriato, que participaram de um encontro paralelo com a direção estadual do partido, especialmente o seu presidente Tárcio Teixeira, quando foi discutido o projeto político psolista para as eleições do próximo ano em Itaporanga. Mais uma vez o partido terá candidatos ao pleito municipal.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 25/07/2019

     

    Mesmo com gestão questionável, prefeito santanense poderá não ter adversário em 2020

     



                 Por Redação da Folha – Com maioria absoluta na Câmara e muito dinheiro federal nas contas municipais nos últimos dois anos, o prefeito de Santana dos Garrotes, José Paulo, deverá ser candidato à reeleição em 2020 e com uma vantagem: poderá não ter concorrente.

                Com uma oposição enfraquecida numérica e qualitativamente do ponto de vista eleitoral, o prefeito parece estar certo de que não terá adversários nas urnas nas próximas eleições. Até o primeiro ano da atual gestão nem sequer existia oposição na Câmara, mas, depois, dois vereadores romperam com o gestor, embora não façam um trabalho contundente de oposição em desfavor do prefeito.

                Dos quatro ex-prefeitos do município, todos médicos, apenas um, William Teotônio, está ativo na política, mas não dá sinais de que pretenda concorrer contra Zé Paulo no pleito municipal vindouro. “A única possibilidade do prefeito ter concorrente é se William entrar, caso contrário, acho que Zé Paulo vai pra urnas sozinho”, comentou um aliado do prefeito.

                A falta de adversário para o gestor municipal tem mais relação com o enfraquecimento do bloco oposicionista do que com a qualidade do governo municipal, que tem muitos pontos falhos e questionáveis, mas a voz do contraditório não tem trepidado na terra santanense, o que é tudo o que o prefeito queria para fortalecer seu projeto eletivo.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 16/07/2019

     

    Prefeito de Itaporanga deverá ir à reeleição, mas seu principal adversário ainda não definiu o que quer

     



                   Por Redação da Folha – Embora ainda não tenha assumido publicamente, o prefeito de Itaporanga, Divaldo Dantas, deverá disputar um segundo mandato no pleito do próximo ano, conforme o que asseguram algumas figuras ligadas politicamente ao gestor municipal.

                    O prefeito foi eleito pelo MDB em 2016, mas, pouco tempo depois, migrou para o PSB, onde está atualmente. No entanto, é provável que precise deixar essa legenda e disputar a reeleição por outro partido, porque, ao que parece, a relação política do prefeito com o atual governador João Azevedo não estaria tão boa.

                    Pelo outro lado, o principal nome da oposição, o ex-prefeito Djaci Brasileiro, ainda não disse concretamente o que pretende ou se pretende alguma coisa no pleito do próximo ano. Para algumas pessoas, o ex-gestor tem sinalizado que não deverá concorrer às eleições de 2020 e estaria disposto a apoiar algum nome ligado a seu grupo político e que esteja bem nas pesquisas de intenção de voto.

                     No entanto, há gente ligada ao ex-prefeito que assegura que ele vai, sim, concorrer à Prefeitura no próximo ano, mas tem evitado assumir o seu projeto político por enquanto para não antecipar a campanha. Na verdade, enquanto Djaci está mergulhado em suas indefinições ou receio de dizer o que pretende, o grupo do prefeito já trabalha firmemente nos bastidores pela reeleição do atual gestor.

     

     

     

                   

  •  

    Em 30/06/2019

     

    Ladeada por dois ex-prefeitos, pré-candidata à sucessão de Diamante recebeu visita de deputado

     



                   Por Redação da Folha – Lançada pelo ex-prefeito Hércules e contando também com o apoio da ex-prefeita Marcília, a pré-candidata à sucessão municipal de Diamante, Katiuscia Mangueira, que é prima dos dois e atualmente está no Avante, prepara-se para enfrentar as urnas pela primeira vez no pleito municipal do próximo ano e demonstra grande entusiasmo com o projeto político, que já nasce munido do apoio de expressivas lideranças locais e estaduais.

                    Na noite desse sábado, 29, em clima festivo, a pré-candidata, ladeada pelos dois ex-gestores municipais, recebeu a visita do deputado federal Gervásio Maia, que foi recepcionado na casa de Katiuscia em Diamante. O deputado deverá ser uma das lideranças estaduais a dar apoio ao projeto eletivo do principal bloco de aposição no município.

                    Depois de uma boa conversa, Katiuscia posou para uma foto ao lado das lideranças políticas que dão sustentação ao seu projeto e do seu esposo, o engenheiro Adriano. É o primeiro de muitos encontros políticos que vão nortear a campanha da diamantense.

     

     

     

     

                   

                   

  •  

    Em 29/06/2019

     

    Veja o que o prefeito de Ibiara respondeu ao ser perguntado se será candidato à reeleição

     



              Por Redação da Folha – O prefeito de Ibiara, Nenivaldo Barros, que completou 49 anos de idade nessa sexta-feira, 28, é um dos gestores regionais eleitos em 2016 e que têm direito a disputar um segundo mandato no pleito do próximo ano.

              Perguntado pela Folha se pretende concorrer à reeleição, o prefeito Nenivaldo disse o seguinte: “ainda está cedo, lá para setembro a gente decide isso”. O prefeito também respondeu não saber se continua no PSB, partido pelo qual foi vitorioso nas eleições passadas.

                Embora tente esconder o jogo político, o certo é que, nos bastidores, o gestor municipal já articula as cartas para fortalecer ainda mais seu grupo e pleitear um segundo mandato em 2020. Ao responder uma terceira pergunta, ele disse que mantém a mesma base política que o elegeu no último pleito municipal, ou seja, não perdeu ninguém.

                Pelo outro lado, a oposição, que tem fortes críticas contra à atual gestão, também se prepara no sentido de definir um nome capaz de enfrentar e vencer o prefeito nas urnas. Para os opositores, Nenivaldo perdeu muito politicamente nos últimos anos por abandonar alguns dos seus aliados e poderá ser derrotado no próximo pleito.

     

     

     

     

     

  •  

    Em 21/06/2019

     

    Aos 71 anos, prefeito de Santana de Mangueira envolto em decisão política irrevogável

     



                   Por Redação da Folha – O agricultor Zé Inácio, que em abril passado fez 71 anos, em sua vida simples e rural, certamente nunca imaginou que chegaria ao comando da Prefeitura de Santana de Mangueira, mas se tornou prefeito do município em 2016 por indicação e apoio da então prefeita Tânia e seu esposo, Nerival Inácio.

                    Hoje, passados dois anos e meio de gestão, parece que a Prefeitura não trouxe muito entusiasmo ao seu Zé, tanto que ele pretende encerrar a carreira política: não vai disputar a reeleição no próximo ano e certamente será o único prefeito regional de primeiro mandato que não concorrerá ao segundo.

                    Embora ainda falte muito para o tempo de registro de candidaturas, a decisão já está tomada e é irreversível. O prefeito não vai disputar a reeleição, mas seu grupo político já prepara um nome para concorrer ao pleito e esse poderá ser o de Nerival, esposo da ex-prefeita e principal apoiador da candidatura de Zé Inácio na eleição municipal passada.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 14/06/2019

     

    Prefeito do Caiana diz se será ou não candidato a um segundo mandato

     



                Por Redação da Folha – O prefeito de São José de Caiana, José Leite, que é do PR, disse à reportagem da Folha nessa quinta-feira, 13, que deverá disputar a reeleição no pleito municipal do próximo ano.

                Conforme o prefeito, apesar dos recursos municipais não serem favoráveis diante de tantas necessidades, ele pretende concorrer a mais um mandato e pelo mesmo partido.

                Para enfrentar o prefeito Zé, a oposição ainda não anunciou nenhum nome, mas deverá lançar uma candidatura para a disputa nas urnas. A gestão municipal enfrenta alguns problemas e o de maior repercussão foi uma suposta fraude no concurso municipal, o que motivou o Ministério Público a Recomendar a suspensão do certame.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 31/05/2019

     

    Pré-candidato Lula dialoga com deputados e poderá concorrer à Prefeitura de Itaporanga pelo PR

     



                    Por Redação da Folha – Pré-candidato à Prefeitura de Itaporanga no pleito do próximo ano, o comerciante Lula da Farmácia está em conversa com os deputados Caio Roberto, que é estadual, e o seu pai, o federal Wellington Roberto, que comandam o PR, hoje PL, na Paraíba e estão dispostos a abraçar o projeto político do comerciante, que é ex-presidente da Câmara Municipal.

                    Lula, que atualmente está sem partido, poderá disputar a Prefeitura pelo PR, mas essa possível filiação ainda está sendo analisada. “Estive recentemente  em João Pessoa e conversei com Caio, que demonstrou uma grande receptividade ao nosso projeto e outros diálogos vão ocorrer para que tudo seja discutido e a gente tenha em nosso palanque essas duas grandes lideranças”, comentou o comerciante.

                  Paralelo à busca por apoio partidário e político fora do município, Lula dialoga também com lideranças locais e, conforme ele, já tem o apoio de dois vereadores: Márcio Rodão e João Guimarães, que, inclusive, são parentes do pré-candidato.

                Um dos mais antigos comerciantes da cidade, Lula tem procurado conversar com os seus colegas do comércio e já tem algumas sinalizações positivas: os empresários Paulo Pinto e Geraldo da Loja são simpáticos ao seu projeto eletivo, conforme Lula da Farmácia.

     

     

     

     

     

                   

     

     

     

     

  •  

    Em 29/05/2019

     

    Em Conceição, secretário municipal anuncia sua pré-candidatura a prefeito

     



               Por Redação da Folha – Considerado um dos homens mais populares de Conceição, o vereador e atual secretário municipal de Agricultura, Edvaldo Ramalho (PR), anunciou, na noite desta quarta-feira, 29, sua pré-candidatura a prefeito do município nas eleições do próximo ano.  

                “O objetivo deste projeto político é dar continuidade à boa gestão do prefeito Nilson, a qual integro com muito orgulho pela oportunidade que me dá de servir à população, hoje especialmente aos trabalhadores rurais, e também colocar meu nome à disposição do grupo para a sucessão municipal de 2020”, comentou Edvaldo.

                Comerciante farmacêutico há 25 anos, formado em Direito e Ciências Biológicas, Edvaldo Ramalho tem quase quatro décadas de vida pública: começou na política estudantil, no antigo Centro Cívico do colégio Maestro José Siqueira, também movimentou os Centros Acadêmicos das universidades que passou; dirigiu a Usec, uma importante organização estudantil e social da cidade; e chegou à Câmara Municipal, onde cumpriu quatro mandatos. Entre suas várias bandeiras, a defesa da universidade para Conceição e moradia popular para os mais pobres. Uma de suas mais recentes lutas foi pela reabertura da agência local do Banco do Brasil.

                Depois de passar pela Secretaria Municipal de Administração, Edvaldo Ramalho ocupa há mais de um ano a pasta da Agricultura. “Estamos fazendo aqui um trabalho revolucionário em prol do homem do campo e isso graças ao apoio e a confiança que tenho recebido do prefeito no desenvolvimento de várias ações inovadoras e importantes, tanto que pessoas de outros municípios têm nos procurado para conhecer o trabalho”, comentou o secretário.

                Além da larga experiência com a coisa pública, Edvaldo também acumula uma longa vivência na gestão empresarial e enfrentou alguns desafios ao longo do tempo, vencendo todos: um deles foi reabrir e reorganizar a rádio Educadora no momento em que a emissora mais antiga do município e da região estava no fundo do poço. Criar e manter durante muito tempo a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Conceição foi outra vitória, mas as vitórias são diárias em sua vida, porque graças ao seu tirocínio administrativo, a farmácia mais antiga da cidade, empreendimento de sua propriedade, continua servindo e muito bem ao povo conceiçãoense.

                Edvaldo diz que se sente preparado para governar Conceição e tem isso como uma das principais metas de sua vida, um sonho pelo qual ele pretende lutar, mas, como homem de grupo, assevera que sua pretensão inicial é buscar um entendimento dentro do bloco liderado pelo prefeito Nilson Lacerda. "Vou buscar o entendimento, porque o trabalho do prefeito Nilson precisa ser continuado e, para assumir esta missão, pelo bem do município, precisa ter capacidade e experiência", comentou.

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 28/05/2019

     

    Em Boa Ventura, filho de ex-prefeito poderá concorrer à sucessão, mas não é a única opção do grupo

     



                Por Redação da Folha – O grupo político liderado pelo ex-prefeito Fábio Arruda, e cujo um dos principais integrantes é o ex-vereador Micôca Jacinto, faz planos de uma candidatura própria à Prefeitura de Boa Ventura e também pretende lançar candidatos à Câmara Municipal no pleito do próximo ano.

                Fábio Arruda, que governou o município por dois mandatos consecutivos, deixou a Prefeitura há quase 16 anos, mas permanece ativo na vida e na política de Boa Ventura, tanto que, graças ao seu apoio, em 2012, a atual prefeita Leonice conseguiu o 2º lugar nas urnas e terminou assumindo o mandato por força judicial, mas rompeu com Fábio assim que chegou ao poder.

                Para as eleições municipais do próximo ano, o grupo do ex-prefeito poderá lançar Fábio Filho para concorrer à sucessão municipal, mas, conforme integrantes do bloco, essa não é a única opção política do grupo para 2020: há possibilidade de entendimento com os demais setores da oposição visando uma candidatura única e que atenda a vontade popular para enfrentamento ao nome que será lançado pela prefeita.

                O grupo é oposição dura à gestão municipal por não concordar com o modelo de administração adotado pela prefeita e, principalmente, por entender que há muitos erros e indícios de irregularidades no governo municipal, o que sacrifica o município e o povo enquanto um pequeno grupo usufruir do luxo e das benesses do poder.

                Para o grupo de Fábio, que é um dos quatro blocos de oposição hoje no município, é preciso diálogo sincero e entendimento verdadeiro entre todos os ex-prefeitos para romper o egoísmo político e vaidades pessoais, unindo forças pelo bem coletivo. A intenção é livrar Boa Ventura das garras de alguns oportunistas que chegaram ao poder e fazem da Prefeitura uma escada para subir na vida e dar com os pés na cara do povo.

     

     

     

               

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 23/05/2019

     

    Ex-prefeito de Boa Ventura deverá entrar no páreo pela Prefeitura no próximo ano

     



               Por Redação da Folha – Detentor de uma expressiva popularidade e uma longa história de luta em favor dos mais pobres, o ex-prefeito de Boa Ventura, Miguelzinho Estanislau, é um dos nomes mais competitivos para disputar a Prefeitura no pleito do próximo ano, embora ainda não tenha assumido publicamente uma pré-candidatura à sucessão municipal.

                No entanto, conforme pessoas ligadas ao ex-prefeito, Miguelzinho pretende colocar seu nome à disposição do povo boaventurense e priorizará o diálogo com as demais forças opositoras: sua intenção é construir um entendimento que viabilize uma candidatura forte e competitiva para enfrentar o nome que será bancado pela máquina pública a serviço da prefeita.

                Miguelzinho foi eleito em 2012, inclusive derrotando nas urnas a atual gestora, mas a vontade do povo manifestada no voto terminou não sendo respeitada. Ele perdeu o mandato por uma mera questão contábil com apenas dez meses de gestão. Alguns dos seus aliados dizem que o ex-prefeito sente a necessidade de completar o projeto administrativo iniciado em 2013, necessidade comungada por grande parte da própria população, que elegeu Estanislau, mas findou governada por uma candidata derrotada nas urnas, o que representou uma afronta à democracia, segundo o entender de muitos boaventurenses.

                Mesmo afastado abruptamente da Prefeitura, conforme setores da sociedade local, Miguelzinho continuou sua luta pelo povo de Boa Ventura de forma voluntária, especialmente no campo da saúde e dos recursos hídricos rurais, assistindo centenas de pessoas excluídas e perseguidas pela atual gestão municipal. Agora, com a aproximação da campanha de 2020, muita gente tem defendido uma união das oposições em torno do nome de Miguel Estanislau, que é filiado ao MDB.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 21/05/2019

     

    Ex-presidente da Câmara do Caiana feliz por mais uma vitória no TCE

     



                Por Redação da Folha – A prestação de contas referentes ao exercício financeiro de 2018 da Câmara Municipal de São José de Caiana foi aprovada por unanimidade pelo 2º colegiado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em sessão nesta terça-feira, 21.

                As contas aprovadas são do vereador Marcos de Chico de Dezinho, que presidiu o legislativo municipal no biênio de 2017/2018. Marcos mostrou-se profundamente feliz com a aprovação das contas do último ano de sua gestão. “Estou feliz juntamente com minha equipe de trabalho: o contador Aurélio, Jocélio, e o assessor jurídico Dr. Diógenes; é o respeito ao dinheiro público”, disse o vereador.

                As contas de Marcos do exercício financeiro de 2017 já havia sido aprovadas no ano passado. Agora, com a aprovação do exercício de 2018 nesta terça-feira, o biênio legislativo presidido pelo vereador tem suas contas encerradas com êxito. A gestão de Marcos de Chico de Dezinho também foi marcada por uma grande produção legislativa e importantes aquisições para a Câmara Municipal.

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 19/05/2019

     

    Em Itaporanga, prefeito poderá disputar reeleição, mas tem alguns problemas políticos

     



               Por Redação da Folha – O prefeito de Itaporanga, Divaldo Dantas (PSB), ainda não assumiu publicamente seu intento de concorrer a um segundo mandato, mas é provável que o atual gestor municipal dispute a reeleição.

                Se Divaldo for candidato, uma coisa é certa: dificilmente, ele conseguirá reunir o mesmo leque de apoios que teve em 2016, quando disputou e venceu a eleição. O atual vice-prefeito, Herculano Pereira, por exemplo, está rompido politicamente com o gestor e deverá disputar a Prefeitura contra Dantas.

                Mas há uma outra provável baixa no grupo que deu vitória ao prefeito na eleição municipal passada: o ex-prefeito Audiberg Alves, que é partidário de Divaldo e tem indicações na gestão municipal, parece não muito entusiasmado em dar sustentação a uma candidatura do prefeito, conforme o que circula nos bastidores políticos, o que pode ser verdade ou não.

                No entanto, de uma coisa ninguém pode duvidar: o grupo político do prefeito definhou-se nos últimos meses, inclusive a contar de sua base na Câmara, e será preciso muito trabalho para sua recomposição, caso o gestor municipal decida mesmo concorrer ao pleito. Certo também é que uma candidatura de Divaldo vai depender muito do aval politico do governador João; caso contrário, o prefeito precisará deixar o PSB se quiser enfrentar a disputa.

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 27/04/2019

     

    Familiares e amigos celebram missa em memória de ex-prefeito de Pedra Branca

     



                Por Redação da Folha - A celebração da missa de 30º dia em sufrágio da memória do ex-prefeito da cidade, Anchieta Nóia, ocorrerá na Igreja Matriz de Pedra Branca, a partir das 7h da manhã deste domingo, 28.

                A missa será celebrada pelo padre José Cavalcante por solicitação de familiares e amigos do ex-prefeito Anchieta, que administrou o município por três mandatos, dois deles consecutivos.

                Empresário do setor de panificação, Achieta Nóia residia em Campina Grande, mas morreu em Recife, onde estava em tratamento de saúde, aos 69 anos. Ele deixou um casal de filhos e muita gente enlutada, principalmente em Pedra Branca e Curral Velho, cidades que governou e por quem nutria grande afeto, principalmente a terra pedra-branquense, onde conquistou grande destaque político.

     

     

     

     

     

     

     

Aguarde um momento... Está carregando!
Desculpe, não foi encontrado nenhum resultado.

 

 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados