Notícias >> Policial
  •  

    Em 14/02/2019

     

    Foragido de Santa Cruz é preso em Aguiar nessa quarta pelo GTE

     



              Por Redação da Folha – Agentes do Grupo Tático Especial (GTE) da delegacia de Itaporanga cumpriram mandado de prisão preventiva nessa quarta-feira, 13, em Aguiar.

              O preso é Fabrício Dantas Costa, de 24 anos, que foi encontrado pelos policiais em sua casa, que fica na Rua Projetada do conjunto Casas Populares. Segundo a polícia, desde 2013 o crediarista residia na cidade, onde fixou morada depois do envolvimento em uma tentativa de homicídio na cidade paraibana de Santa Cruz.

                A prisão do homem foi decretada pelo juiz José Normando Fernandes ao constatar indícios suficientes de autoria do crime. Ao chegar à delegacia de Itaporanga o mandado de prisão, os policiais iniciaram uma investigação para saber o paradeiro do acusado e, depois, cumpriram o mandado.

     

               

               Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 12/02/2019

     

    Baleado no sábado, coremense morreu no domingo, e crime ainda é um mistério

     



             Por Redação da Folha – O pescador Sebastião Pereira da Silva, de 44 anos, foi baleado na manhã do último sábado, 9, quando passava de moto pela rodovia 342, que cruza o sítio Pacatônio, município de Coremas, no sentido de Piancó.

                Ferido, possivelmente por tiros de espingarda calibre 12, o pescador foi socorrido ao hospital regional de Patos, mas terminou falecendo no dia seguinte. O homem, que residia em uma localidade rural conhecida como Campo de Aviação, em Coremas, ficou por minutos no meio da pista à espera de socorro.

                Até o momento, não há informações sobre o autor do crime nem a motivação. Foi o segundo homicídio no Vale. O primeiro foi em Conceição e também sem autoria identificada.

             

     

                Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 11/02/2019

     

    Em Itaporanga, festa de aniversário quase termina em morte

     



                Por Redação da Folha – A festa, em comemoração ao aniversário da dona da casa, localizada na Rua Paulo Costa Lima, no Alto das Neves, terminou virando um caso policial. A briga, que culminou com um jovem ferido e seu desafeto preso, ocorreu no final da noite do último sábado, 9.

                Segundo informações da Polícia Civil, que investiga o caso, um dos convidados desentendeu-se com a aniversariante, motivando um outro rapaz, que também se encontrava na residência, a intervir na confusão em defesa da mulher. Os dois homens entraram em luta corporal e um deles foi lesionado com um golpe de fica. "Na hora da briga, o acusado pegou uma faca que estava em cima da mesa e golpeou o outro", comentou um policial civil.

                A vítima, um jovem de 26 anos, Sérgio Araújo Fortunato, morador do conjunto Chagas Soares, foi socorrido ao hospital da cidade, e não corre risco de morte. Já o autor do delito, Wesley Santos da Nóbrega, de 32 anos, residente na a Rua Antônio Salviano, centro, argumentou ter agido em legítima defesa. Ele foi preso e autuado em flagrante pelo delegado plantonista Rodrigo Pinheiro por tentativa de homicídio e está recolhido à cadeia local. 

     

     

                 Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

  •  

    Em 10/02/2019

     

    Primeiro homicídio do ano no Vale: aposentado por invalidez é executado em bar de Conceição

     



               Por Redação da Folha – O crime foi na tarde deste domingo, 10, em um bar conhecido como Casa Amarela, que fica em um loteamento do bairro Nossa Senhora de Fátima, em Conceição.

                De acordo com o sargento Deluciano, do serviço de comunicação da Polícia Militar de Conceição, as informações são de que um homem chegou ao local em uma moto e de capacete. Armado, ele disparou várias vezes contra a vítima, que se encontrava no bar. José Françoaldo B. Leite, de 44 anos, foi atingido na cabeça e pescoço e morreu na hora.

                Segundo ainda a polícia, Françoaldo era aposentado por invalidez devido a um problema físico adquirido após um acidente automobilístico. Ele residia na Rua Augusto Fausto, que também fica no bairro Nossa Senhora de Fátima. Depois do trabalho pericial, seu corpo foi encaminhado para exame necrológico em Patos e, em seguida, será entregue à família para o sepultamento.

                Com relação ao autor do crime, ele não foi identificado. Policiais militares fizeram diligências após o homicídio, mas não conseguiram pistas do paradeiro ou identidade do assassino. O delegado plantonista Rodrigo Pinheiro esteve no local pegando as primeiras informações sobre o delito, mas é a delegacia de Conceição quem vai apurar o caso. Esse foi o primeiro homicídio ocorrido no Vale este ano. A região ficou mais de 40 dias sem registrar um crime de morte.

     

     

     

                Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 09/02/2019

     

    Entre reviravoltas e desencontros, um caso criminal que terminou elucidado em Itaporanga

     



               Por Redação da Folha – Responsável pelo inquérito que investiga o assalto à loja Yes! Comestic, que é correspondente da Caixa Econômica em Itaporanga, o delegado Glêberson Fernandes e sua equipe conseguiram elucidar o crime, que ocorreu no final da manhã do dia 21 de janeiro passado.

                Dois criminosos, armados e de capacetes, levaram 8 mil reais do correspondente bancário e dois celulares também foram roubados, um deles tomado de um genro da proprietária da loja, a comerciante Maria José Martins.  Foi através do GPS de um dos aparelhos telefônicos que agentes de investigação da delegacia de Itaporanga conseguiram rastrear o paradeiro dos criminosos. Depois de passagem por Igaracy, o localizador via satélite indicava a presença do celular em Aguiar.

                Avisados da localização dos suspeitos em uma casa no sítio Tigre, que fica nas proximidades da cidade aguiarense, policiais militares foram até o local e detiveram dois jovens. Com um deles, inclusive, apreenderam quase 4 mil reais, capacetes, uma moto e a bainha de um revólver, mas as armas utilizadas no assalto e os celulares levados não foram encontrados. No relatório da PM sobre o caso consta que um desses presos confessou informalmente a prática do delito. Levada para a delegacia de Piancó, a dupla terminou liberada, porque, no entendimento do delegado piancoense, não havia indícios suficientes para a lavratura do flagrante, mas o dinheiro e motocicleta permaneceram apreendidos.

                No comando das investigações, o delegado de Itaporanga, Glêberson Fernandes, e sua equipe continuaram e aprofundaram as investigações e, já no dia seguinte, efetuaram a prisão de um adulto e a apreensão de um adolescente de 17 anos em Aguiar, acusados de envolvimento no delito. Mesmo antes dessa ação, o delegado Glêberson já estava convencido de que os dois jovens liberados na delegacia de Piancó eram, de fato, os executores do assalto, mas não teve jeito: eles já tinham fugido. Saíram da delegacia e tomaram rumo ignorado. Horas depois, quando veio a ordem de prisão preventiva contra a dupla autorizada pela Justiça a pedido do delegado de Itaporanga, os acusados já estavam longe.

                Para o delegado, o que gerou toda a problemática do caso foi o fato de os detidos terem sido encaminhados para Piancó e lá liberados, quando a delegacia responsável pelo caso era Itaporanga, local do delito e onde a investigação estava ocorrendo. Glêberson conta que estava na delegacia quando recebeu a informação de que os dois tinham sido presos e aguardou para fazer a lavratura do flagrante, mas eles não foram trazidos para Itaporanga. Foram encaminhados diretamente para a delegacia de Piancó e, horas depois, liberados e imediatamente fugiram.

                 Os dois fugitivos residem em Igaracy. Um deles cumpria pena no regime semiaberto na cadeia de Itaporanga por roubo e é suspeito de envolvimento na morte de um jovem de 14 anos durante um assalto em um sítio de São José de Caiana, no final do ano passado.

                Glêberson Fernandes esclareceu que o homem que está preso, Bruno Renan Quaresma, morador de Aguiar, foi quem teria emprestado a motocicleta para a prática do assalto a Yes!. Ele está recolhido à cadeia Itaporanga. A moto foi aprendida e os capacetes também, inclusive reconhecidos por uma das pessoas que estavam na loja no momento do roubo. O envolvimento do adolescente no delito, segundo Glêberson, é que ele teria sido incluído no rateio do dinheiro roubado e ficado com parte dessa quantia, embora negue qualquer envolvimento no crime. Ele está internado em um centro socioeducativo na cidade de Sousa.

                O dinheiro apreendido foi entregue à proprietária da loja e mais uma evidência do envolvimento do quarteto no delito surgiu: a informação, repassada antecipadamente pela proprietária à polícia de que boa parte da quantia roubada era composta por notas de 20 reais, foi confirmada quando da contagem do dinheiro.

     

     

                 Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

  •  

    Em 01/02/2019

     

    Delegacia de Piancó cumpre prisões preventivas contra acusados de crimes patrimoniais

     



                Por Redação da Folha – A equipe de investigação do delegado José Pereira pediu e a Justiça concedeu a prisão preventiva de dois homens acusados de crimes patrimoniais, entre os quais furtos de motos, assaltos e arrombamentos em Piancó e na região, segundo a Polícia Civil.

                Depois de investigarem vários delitos, os policiais descobriram o envolvimento de Matheus José da Silva, de 21 anos, e Allison Willarder de Caldas, conhecido como Nego Lalá, de 27, que foram presos preventivamente na manhã desta sexta-feira, 1º, e encaminhados à cadeia pública. Ambos residem em Piancó e negam envolvimentos nos crimes dos quais são acusados.

                Segundo ainda a polícia, os dois praticaram vários delitos em companhia de um outro homem, popularmente conhecido como Mago, que já cumpre pena na cadeia de Piancó. De acordo com a delegacia, Matheus e Lalá chegaram a ser presos por anos acusados de um homicídio na cidade, mas terminaram absolvidos pelo Tribunal do Júri. De volta às ruas, comentaram vários delitos patrimoniais e são considerados pela polícia como perigosos.

     

     

                Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

  •  

    Em 31/01/2019

     

    Motociclista morre em acidente em via na área rural de Itaporanga

     



                Por Redação da Folha – O motociclista José Umberto da Silva, de 30 anos, foi vítima fatal de um acidente de moto ocorrido no final da tarde desta quinta-feira, 31, em um trecho da rodovia PB- 382, nas proximidades da entrada do sítio São João, município de Itaporanga, em direção ao Caiana.

                Segundo informações policiais, o rapaz, que residia em São José de Caiana com uma companheira, mas seus pais moram em Serra Grande, perdeu o controle da motocicleta e caiu violentamente, o que provocou sua morte imediata. Ele estava sozinho.

                Depois do trabalho pericial, o corpo foi encaminhado a Patos para exame necrológico para que a causa da morte seja oficializada.

               

     

                   

            Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 30/01/2019

     

    Após aniversário, homem tira a própria vida em Itaporanga: foi o 3º suicídio em 2 meses no município

     



                  Por Redação da Folha  - O corpo foi encontrado por familiares em um dos quartos da casa, que fica no final da Avenida Padre Lourenço, em Itaporanga, na manhã desta quarta-feira, 30.

                    Francisco Alves, conhecido como Titico, completou 46 anos nessa terça-feira, 29. Durante a noite bebeu para comemorar seu aniversário. Já era madrugada quando chegou em casa e foi para seu quarto, onde tirou a própria vida por meio de enforcamento.

                    “Fiquei preocupada porque ele não podia beber: toda vez que bebia, ficava agitado e se queixava de fadiga e dores, mas, como ele tinha chegado tarde, só depois de dez horas da manhã é que eu chamei ele, mas chamei, bati na porta e nada; então lembrei que tinha uma outra chave do quarto guardada e, quando abrimos a porta, já encontramos ele enforcado, e eu não sei nem onde ele encontrou essa corda”, narrou emocionada Edilma, irmã de Titico e com quem ele morava.

                    Solteiro e já sem os pais, que são falecidos, o homem residia com a irmã e os sobrinhos. “Ele não aparentava nenhum problema, mas, quando bebia, ficava diferente, e uma vez até tentou se jogar da ponte”, comentou dona Edilma.

                    Depois do trabalho pericial, o corpo foi encaminhado a Patos para exame necrológico e, em seguida, será liberado para a família proceder o sepultamento. É o segundo suicídio no Vale no intervalo de poucas horas e o terceiro em Itaporanga em dois meses: no final do ano passado, dois jovens tiram a própria vida na zona rural do município.

                    Os problemas mentais têm afetado muita gente na região: depressão, transtornos de ansiedade, esquizofrenia, síndrome do pânico estão entre as questões mais comuns. No entanto, ainda é baixo o investimento e a atenção dos governos para com os problemas psiquiátricos no Vale.

     

                   

            Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 30/01/2019

     

    Jovem agricultor tira a própria vida em Serra Grande. Ele utilizou-se de uma faca

     



                   Por Redação da Folha – O suicídio ocorreu no começo da noite dessa terça-feira, 29, no sítio Nicó, município serra-grandense, onde o rapaz residia com o pai. Sua mãe já é falecida. Ele era solteiro.

                    Segundo informações policiais, o agricultor Francisco Marcos Leite, conhecido como Baba, de 37 anos,  empunhou uma faca e cortou o próprio pescoço, quando se encontrava em baixo de uma árvore, nos fundos de sua casa, morrendo imediatamente. A informação é que, antes, ele já havia tentado se matar por enforcamento, mas familiares impediram seu intento.

                    Policiais do destacamento local fizeram a guarda do ambiente onde ocorreu o fato até a chegada da perícia. Depois do trabalho pericial, o corpo foi encaminhado para exame necrológico em Patos. Segundo ainda parentes, Francisco costumava beber com frequência e aparentava sinais de desequilíbrio emocional.

                    Os governos investem pouco em saúde mental e o resultado dessa omissão é o aumento de problemas mentais na sociedade: depressão, transtornos de ansiedade, esquizofrenia, dependência química e síndrome do pânico são alguns dos problemas da contemporaneidade.

     

     

     

                        Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 27/01/2019

     

    Durante briga, mulher esfaqueia o próprio companheiro em Piancó

     



               Por Redação da Folha - Uma briga entre marido e mulher, no final da tarde deste domingo, 27, na residência do casal, no conjunto Socorro Brasilino, em Piancó, terminou em sangue e prisão.

                Durante a briga, a dona de casa Jordânia Meira Nóbrega, de 38 anos, armou-se com uma faca e feriu seu companheiro na barriga três vezes. Acionados por populares, policiais militares chegaram ao local e prenderam em flagrante a mulher, que foi encaminhada para o plantão policial na delegacia de Itaporanga.

                Já a vítima, Marcos Antônio Rodrigues, de 35 anos, foi encaminhada ao hospital de Piancó e, depois, conduzida ao regional de Patos devido à gravidade das lesões. Não há informação se o casal tem filhos. Depois de autuada pelo delegado Glêberson Fernandes por tentativa de homicídio, a acusada foi recolhida ao presídio feminino de Patos.

     

     

                        Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 24/01/2019

     

    Fugitivo de presídio da capital é recapturado em Itaporanga. Ele estava armado

     



                Por Redação da Folha – Em dois carros descaracterizados, policiais do Goe (Grupo de Operações Especiais) da Polícia Civil da capital chegaram a Itaporanga na manhã desta quinta-feira, 24, com a informação de que se encontrava na cidade um dos fugitivos do PB1, presídio de João Pessoa que foi explodido por um grupo armado no final do ano passado e muitos detentos fugiram.

                Eles estavam no encalço do foragido desde João Pessoa a partir de informações do setor de inteligência da polícia, mas foi a própria PM de Itaporanga que terminou prendendo o condenado. O fugitivo chegou à cidade durante essa madrugada supostamente em um carro de linha, mas demorou pouco por aqui. Policiais militares locais prenderam o homem no conjunto Chagas Soares, depois de desconfiarem do comportamento do rapaz.

                Somente depois da prisão é que a PM local descobriu que se tratava de um foragido, um homem condenado a meio século de reclusão por roubo e homicídio e que buscou o interior do estado na tentativa de se livrar da polícia, mas não deu certo. José Flávio de Andrade Júnior, de 30 anos, estava armado no momento da abordagem, mas não reagiu. Com ele, os policiais encontraram e apreenderam um revólver calibre 38, arma tomada de um vigilante em um assalto recente.

               Ele foi encaminhado para a delegacia de Patos, onde será procedido o flagrante por porte ilegal de arma, mas o procedimento será remitido à delegacia de Itaporanga, comarca onde ocorreu o crime de porte ilegal. Já o autor retornará ao presídio da capital. Além do flagrante, há mandado de prisão preventiva contra o foragido, que é acusado de envolvimento no assalto a um banco em João Pessoa, no último dia 7, meses depois da fuga do presídio.

     

               Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 23/01/2019

     

    Agricultor que teve a casa “limpa” por ladrões em Itaporanga faz apelo público à polícia

     



                   Por Redação da Folha - O agricultor aposentado, Marcolino Rufino de Sousa, de 77 anos, morador do sítio Jardim de Cima, município de Itaporanga, procurou a redação da Folha para fazer um apelo público à polícia. Ele pede que seja investigado e esclarecido o furto que ocorreu no interior de sua casa, de onde os ladrões levaram tudo o que puderam: alimentos, perfumes, utensílios domésticos, eletrodomésticos, celular, cartões bancários, bomba de ar, botijão de gás, espingarda, ventiladores, ferro de engomar e outros objetos.

                “Fizeram a limpa geral: o prejuízo foi entre 3 mil e 500 e 4 mil reais”, disse o aposentado. O furto ocorreu na virada de ano. Seu Marcolino foi passar os festejos na cidade e, no retorno, encontrou a porta da casa arrombada e as principiais coisas de sua residência furtadas.

                No dia 2 de janeiro, ele procurou a delegacia de Itaporanga e registrou um Boletim de Ocorrência, mas, conforme a vítima, até agora não houve investigação e o furto continua sendo um mistério. “Quero pedir para que a polícia investigue, pois acredito que é gente daquela área mesmo”, comentou. Foto: vítima exibe Boletim de Ocorrência e um pedido de investigação.

     

                Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 22/01/2019

     

    Assalto no interior da Igreja de Itaporanga ainda não foi esclarecido pela polícia

     



                Por Redação da Folha – O crime ocorreu na manhã dessa segunda-feira, 21, na Casa Paroquial, que fica nos fundos da Igreja Matriz de Itaporanga. A secretária da paróquia tinha chegado havia pouco tempo para o trabalho, quando foi surpreendida por um homem.

                Ele entrou repentinamente no recinto eclesiástico e, armado com um instrumento pontiagudo e em tom ameaçador, tomou por assalto o celular da funcionária, fugindo em seguida.

                Assustada e surpresa, pois nunca imaginou que alguém iria invadir um recinto da Igreja para cometer um crime dessa natureza, a servidora procurou a delegacia e registrou a ocorrência, mas, até o momento, nada foi descoberto sobre o assalto.

     

     

                Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

  •  

    Em 22/01/2019

     

    Delegado libera dois detidos suspeitos de assalto em Itaporanga por falta de provas

     



                Por Redação da Folha – Policiais militares prenderam dois suspeitos de envolvimento no assalto a um correspondente bancário de Itaporanga (Yes! Comestic), ocorrido no final da manhã dessa segunda-feira, 21, de onde foram levados 8 mil reais, dois celulares e um cordão de ouro, mas os detidos terminaram liberados, porque, conforme o delegado, não há provas contra eles.

                 A detenção ocorreu no final da tarde dessa segunda-feira, cinco horas após o crime, em uma residência localizada no sítio Tigre, município de Aguiar, onde um grupo de jovens farrava. Com a chegada da polícia, alguns deixaram o local, mas dois terminaram detidos e levados para a delegacia de Piancó.

                  Na casa de um deles, instantes depois, a polícia localizou e apreendeu quase 4 mil reais. Uma moto e três capacetes também foram apreendidos no local onde os rapazes estavam. Tudo foi encaminhado para a delegacia.

                 No entanto, conforme o delegado Rodrigo Pinheiro, que ouviu os dois detidos e avaliou as apreensões feitas pela PM, não há provas do envolvimento dos jovens no crime. “Não há, sequer, indícios do envolvimento dessas pessoas, porque nenhuma arma foi apreendida; também não houve apreensão dos celulares; e, quanto à moto, trata-se de um veículo regular, sem qualquer restrição”, comentou o delegado.

                 Sobre o dinheiro apreendido, o delegado esclareceu que foi o próprio dono do dinheiro que disse à polícia que tinha esse recurso em casa, respondendo a uma pergunta, na hora da ação policial, se algum dos detidos guardava algum dinheiro. “Não tem como provar que o dinheiro encontrado seja o mesmo roubado da loja, mesmo assim, o recurso ficou apreendido para, depois, avaliarmos melhor o que fazer”, disse dr. Rodrigo.

               O delegado confirmou que um dos detidos é um jovem de 21 anos, residente em Igaracy e que cumpre pena no regime semiaberto na cadeia de Itaporanga também por crime patrimonial. Ele é o dono do dinheiro e da moto aprendidos, mas isso não prova o envolvimento do rapaz no assalto, conforme o delegado. No entanto, disse, havendo necessidade e indícios posteriores, o jovem poderá ser investigado em inquérito aberto por portaria em Itaporanga. Foto: apreensões foram feitas pela PM no final da tarde em Aguiar.

     

     

                 Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 21/01/2019

     

    Em Itaporanga, correspondente bancário é assaltado novamente e servidor municipal tem moto furtada

     



                  Por Redação da Folha – Dois crimes de natureza patrimonial foram registrados no final da manhã desta segunda-feira, 21, no centro de Itaporanga, um deles ocorreu ao lado da Prefeitura: um servidor municipal teve sua moto furtada.

                A vítima Edmarinelson Rodrigues Pinto, que é funcionário da Prefeitura e presta serviço no setor de licitação, estacionou sua moto (uma Fan preta, placa NQA-5344) próximo ao local onde trabalha, mas um homem, até agora não identificado, furtou o veículo. Quem tiver informação sobre o paradeiro da motocicleta pode entrar em contato com a polícia anonimamente.

                No mesmo horário, um assalto foi registrado em um correspondente bancário da Caixa Econômica, a Yes! Cosmetic (foto/arquivo), que fica na Rua Horácio Gomes, também no centro da cidade, e é de propriedade da comerciante Maria José Martins.

                Dois homens chegaram ao local em uma moto vermelha, ambos de capacetes e armados, e anunciaram o assalto. Segundo informações policiais, havia clientes na loja no momento do assalto, mas não houve reação nem feridos. A atendente do caixa foi rendida sob ameaça da arma, mas não se sabe quanto foi levado pelos criminosos do correspondente bancário, que já foi assaltado várias vezes nos últimos cinco anos.

               

     

     

    Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

     

     

Aguarde um momento... Está carregando!
Desculpe, não foi encontrado nenhum resultado.

 

 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados