Notícias >> Policial
  •  

    Em 15/11/2019

     

    Presos em ação policial em Santana de Mangueira têm preventiva decretada durante audiência de custódia

     



               Por Redação da Folha – As oito pessoas presas durante uma operação policial no sítio Pau Ferro, município de Santana de Mangueira, entre a madrugada e a manhã dessa quarta-feira, 13, foram conduzidas à cadeia de Conceição e autuadas em flagrante por organização criminosa, porte ilegal de arma e porte de explosivo.

                Entre os presos está uma mulher, Joana Duarte da Silva Neto, viúva de José Valdeir Cândido Rodrigues, conhecido como Gordo de Princesa, morto durante a operação policial e tido pela polícia como o cabeça do grupo, que é suspeito de envolvimento em diversos crimes, entre os quais roubo a bancos. Uma grande quantidade de armas, entre espingardas calibre 12, metralhadora, revólver, pistola e explosivos, foram apreendidos, assim como uma moto adulterada e um carro com registro de roubo.

            Durante audiência de custódia realizada nessa quinta-feira, 14, no fórum de Conceição, todos os autuados tiveram a prisão preventiva decretada pelo juiz Antônio Eugênio, que também determinou, por medida de segurança, o recolhimento dos custodiados no sistema prisional de Cajazeiras. Havia um pedido da defesa dos acusados, principalmente da viúva, de acompanhar o velório do esposo, o que foi negado pelo magistrado, argumentando que ainda não havia data e horário definidos para o sepultamento nem condições estruturais de segurança para o translado dos presos.   

                Em trecho de sua sentença, o juíz destacou que “infere-se que há prova da materialidade e indícios suficientes de autoria dos delitos, logo, dúvidas não restam de que deva ser decretada em desfavor dos flagranteados a custódia cautelar. No caso dos autos, o modus operandi da prática delitiva demostra o grau de periculosidade dos custodiados, uma vez que a conduta dos mesmos apresentam características de organização criminosa estruturada para a prática de assalto a bancos na região, o que indica a concreta nocividade social dos custodiados. Salienta-se que tratam-se de pessoas que tem laços familiares com o acusado que foi morto durante a operação, José Valdeir, “Gordo de Princesa”, sendo pai, esposa, tios e primos do mesmo. Ressalta-se que há fortes indícios na participação dos flagranteados em outras empreitadas criminosas e pelo material que foi apreendido existindo forte suspeita de que os mesmos estavam planejando uma empreita criminosa”.

                Durante depoimento ao delegado José Pereira, por ocasião da lavratura do flagrante, todos eles negaram envolvimento nos crimes e questionaram a legalidade da ação policial que resultou na morte de Gordo, mas, conforme o delegado, não apresentaram provas das acusações. Quatro advogados estão na defesa dos acusados. Além de Joana Duarte, os presos são Manoel Cândido Soares, chamado de Valdir, Damião Cândido Soares, Samuel Ferreira Gomes Pena, José Leonardo Pereira dos Santos, Jorge Henrique dos Santos Fernandes, Pedro Rodrigues dos Santos, conhecido como Pedrão, e Cícero Soares dos Santos.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 13/11/2019

     

    Identificado corpo de homem morto em área rural de Santana de Mangueira

     



               Por Redação da Folha – Depois de horas no necrotério do hospital de Conceição, o corpo de um homem morto na área rural de Santana de Mangueira foi finalmente identificado: trata-se de José Valdeir Cândido Rodrigues, conhecido como Gordinho, de 30 anos, que residia em Manaíra e, até o ano passado, cumpriu pena no regime semiaberto na penitenciária média de Mangueira.

                Condenado por envolvimento com o comércio de droga e porte ilegal de arma, ele era considerado foragido desde novembro de 2018, quando deixou de comparecer ao presídio para o reconhecimento noturno.

                De acordo ainda com informações da delegacia de Conceição, o homem, que é natural de Santana de Mangueira, foi morto na madrugada dessa quarta-feira, 13, durante abordagem de uma patrulha da Polícia Militar em uma residência localizada no sítio Pau dos Ferros, município santanense.

                Na residência, estariam suspeitos de envolvimento na explosão de um caixa eletrônico do Bradesco em Manaíra e que teriam reagido à ação policial. Sete suspeitos foram presos, entre os quais uma mulher. Eles foram encaminhados à delegacia de Conceição.

               O delegado José Pereira ainda está avaliando o caso para a tipificação do delito e o procedimento da autuaçaõ em flagrante. Duas motos, um carro e armas foram apreendidas, de acordo ainda com fontes policiais. O corpo será encaminhado para exame necrológico em Patos.

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 11/11/2019

     

    Carroceiro vítima de acidente em Boa Ventura não resistiu

     



              Por Redação da Folha – O acidente ocorreu no começo da noite desse domingo, 10, na PB-386, nas proximidades de um posto de combustível, em Boa Ventura. O agricultor Wandeberg Temóteo de Sousa, de 34 anos, conduzia uma carroça de burro na pista em direção a sua casa, que fica no sítio Boa Sorte, quando houve a colisão.

                O veículo de tração animal não tinha sinalização e ocupava uma larga faixa da pista. O condutor do carro, um Fox, não visualizou a carroça a tempo de evitar a colisão. O choque foi violento e o carroceiro ficou gravemente ferido. Wandeberg foi socorrido ao hospital de Itaporanga e, depois, transladado a Campina Grande, mas não resistiu: ele faleceu durante a madrugada. O homem deixa um filho no começo da adolescência.

                O condutor do carro abandonou o veículo e deixou o local temendo alguma represália por parte de familiares da vítima. A informação é que ele reside em Itaporanga e poderá apresentar-se à polícia para esclarecer o fato.  

                Foi a segunda morte de carroceiro na mesma rodovia em um bimestre. O outro acidente fatal ocorreu em Itaporanga, também no começo da noite. O tráfego de carroças em rodovias no período noturno é um risco, porque são veículos lentos, sem sinalização e que tomam uma grande parte da pista.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 11/11/2019

     

    Fugindo da polícia, jovem tenta esconder-se em telhado e é morto pelo dono da casa em Diamante

     



              Por Redação da Folha – Assustado ao acordar com um homem sobre o telhado de sua casa e temendo uma invasão, o pescador Lucivaldo Marques de Oliveira, de 46 anos, disparou uma arma em direção à pessoa, que morreu sobre o teto de uma área externa da residência, produzindo uma cena impressionantemente macabra, na noite desse domingo, 10. A cabeça da vítima penetrou no telhado, alcançado a parte interna do imóvel.

                A casa onde ocorreu o fato fica na Rua Ernesto de Sousa Diniz, centro de Diamante. Segundo informações policiais, a vítima é o jovem Jhonatha Basílio de Sousa, de 19 anos, residente no conjunto Luiza Viera. Minutos antes, ele envolveu-se em uma confusão e, supostamente armado com uma faca, estaria à procura de um desafeto para ferir, mas, com a chegada da polícia, o jovem fugiu do local e tentou esconder-se sobre o teto da residência, momento em que foi alvejado.

                Foi o próprio dono da residência quem acionou a polícia, depois que efetuou o disparo. O morador foi conduzido à delegacia de Itaporanga, onde deverá ser feito o procedimento policial, que é a autuação em flagrante por homicídio, mas com atenuantes que podem possibilitar que, por via judicial, o acusado responda ao processo em liberdade.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 10/11/2019

     

    Em Piancó, agricultor é preso por abuso sexual contra a própria enteada

     



                Por Redação da Folha – O caso foi no sítio Brotas, município de Piancó, no começo da tarde desse sábado, 9. Segundo informações policiais, a menina, que tem 12 anos, estava deitada, quando o padrasto começou a tocar suas partes íntimas e beijá-la.

                Um irmão da vítima, que é um adolescente de 14 anos, presenciou o fato e comunicou imediatamente a mãe. Policiais foram acionados e prenderam o acusado, que foi conduzido ao plantão policial na delegacia de Itaporanga. Trata-se de um agricultor de 25 anos. O nome do preso não foi revelado para não expor a vítima.

                De acordo ainda com informações da polícia, ele tinha vindo de uma pescaria e estava bêbado. Descontrolado emocionalmente, aproveitou a oportunidade para abusar sexualmente da própria enteada. A menina confirmou o abuso. A família é de Pedra Branca e está morando em Piancó há pouco mais de um ano.

                Em depoimento, o acusado confirmou a prática de atos libidinosos contra a criança, mas culpou a própria menina. Depois de autuado em flagrante pelo delegado Renato Leite, ele será encaminhado à cadeia de Piancó.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 09/11/2019

     

    Jovem dá fim à própria vida em Serra Grande. Ele estava em tratamento psiquiátrico

     



               Por Redação da Folha – O jovem José Lopes de Souza, que completou 25 anos nessa quinta-feira, 7, deu fim à sua própria vida no começo da manhã deste sábado, 9. O rapaz, que era solteiro e vivia com os pais e uma irmã, enforcou em um arbusto em uma mata próxima a sua casa.

                A família reside no sítio Espera, município de Serra Grande, e foi acordada nessa manhã por uma tragédia. O jovem saiu ao mato supostamente para fazer alguma necessidade fisiológica, mas, como demorou, sua mãe foi a sua procura e já o encontrou morto. Desespero para a família, que está chocada com o ato extremo do rapaz contra si próprio.

                Segundo informações de familiares, ele fazia tratamento no CAPS AD (Álcool e Drogas) de Piancó, mas, ultimamente, vinha apresentando sintomas de depressão, o que pode ter sido a causa do suicídio, surpreendendo a família e toda a comunidade rural onde residia. Seu corpo foi encaminhado a Patos para exame necrológico.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 07/11/2019

     

    GTE faz operação em área rural de São José de Caiana. Três foram presos

     



               Por Redação da Folha – O Grupo Tático Especial (GTE), da delegacia seccional de Itaporanga, realizou uma operação na manhã dessa quarta-feira, 6, no sítio Capim Verde, município de São José de Caiana.

                A operação foi para cumprir mandado de busca expedido pela Justiça de Itaporanga a pedido da Polícia Civil. Severino de Sousa Brasil, conhecido como Cassiano Safadão, de 64 anos, proprietário da terra, seu genro João Pedro Queiroz da Silva, vulgo Baiano, e Leonardo Francisco da Silva, chamado de Léo, que trabalha na propriedade, foram presos e autuados em flagrante por tráfico de droga e associação para o tráfico, posse ilegal de arma e crime ambiental pelo delegado Renato Leite.

                Na casa de Severino Brasil, que é natural de Aguiar, os policiais encontraram uma espingarda calibre 12 e cartuchos desse calibre, além de outros dispositivos bélicos e 1,3 mil reais. Enterrados na propriedade foram encontrados maconha, sementes da planta e alguns objetos de valor, entre os quais botijão de gás e bomba d’água, supostamente produtos de furto e que oferecidos para abater dívidas com o tráfico. Balanças de precisão e recipientes com pólvora também foram apreendidos na propriedade. Uma ave silvestre conhecida como Azulão, que estava engaiolada na casa de Baiano, também foi apreenida.

                Os três negam envolvimento com o tráfico de droga. No entanto, Baiano e Léo admitem que são usuários de maconha, enquanto o Severino informou que a droga encontrada na área é de uma pessoa que passou um período por lá, na verdade um ex-presidiário que se encontra foragido, segundo a polícia. Sobre os demais objetos encontrados, ele não soube dizer a quem pertencem. Depois da autuação, o trio foi conduzido à cadeia pública de Itaporanga.

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 04/11/2019

     

    Em Itaporanga, acusado de atentar contra o próprio enteado apresenta-se, mas oitiva é adiada

     



               Por Redação da Folha – De acordo com informações policiais, José Nilton Clementino da Silva, conhecido como Nino Coveiro, esteve na delegacia de Itaporanga na tarde desta segunda-feira, 4, para apresentar-se à autoridade policial e dar sua versão sobre a tentativa de homicídio ocorrida na madrugada desse domingo, nas proximidades do cemitério da cidade.

                Nino é acusado de atirar contra o próprio enteado, Jeneadson Ferreira de Lima, de 31 anos, que se encontra hospitalizado em Campina Grande. Segundo informações da polícia, os dois vivem em casas separadas, ambas no conjunto Miguel Morato, mas desentenderam-se, o que motivou a tentativa de assassinato.

                Apesar do comparecimento à delegacia, a apresentação de José Nilton e sua oitiva não foram possíveis nessa tarde em razão da ausência, por motivo justificado, do delegado responsável pelo trabalho policial durante esta semana. Mas, como o acusado mostrou-se disposto a esclarecer os fatos, nos próximos dias ele deverá voltar à polícia e ser ouvido.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 03/11/2019

     

    Tentativa de assassinato ao lado do cemitério em Itaporanga: vítima está hospitalizada

     



                  Por Redação da Folha – Segundo informações policiais, a tentativa de homicídio ocorreu ao lado do cemitério, no conjunto Miguel Morato, na madrugada deste domingo, 3. O fato ocorreu horas depois de um dia inteiro de movimentação popular no local por ocasão do Dia de Finados.

                  A vítima, que reside nas proximidades onde foi alvejada, é Jeneadson Ferreira de Lima, de 31 anos. Ele foi atingido por vários disparos e, inicialmente, socorrido para o hospital de Itaporanga, mas, em função da gravidade das lesões, precisou ser removido ao trauma de Campina Grande, onde permanece internado e seu quadro clínico é grave.

                    Após o crime, o autor dos disparos fugiu, mas a polícia já tem um suspeito. Um inquérito policial será instaurado na delegacia de Itaporanga, a partir de um relatório da Polícia Militar sobre o caso. Se sobreviver, a vítima será ouvida quando deixar o hospital e poderá esclarecer as circunstâncias, autoria e o que motivou o fato.

     

     

     

     

     

     

     

     

               

  •  

    Em 31/10/2019

     

    Acusadas de raptar criança em Piancó, mãe e filha são presas em Coremas e a menina resgatada

     



             Por Redação da Folha – Duas mulheres, mãe e filha, raptaram uma criança no meio da tarde desta quinta-feira, 31, no bairro do Corsaco, saída de Piancó para Itaporanga. Segundo informações policiais, duas irmãs, uma de 9 e outra com 4 anos, saíram de casa para comprar sorvete, momento em que a menina mais nova foi abordada na rua pelas estranhas e raptada por elas.

                Quando a mãe foi perceber que sua filha havia desaparecido, a menina já estava longe de Piancó, mas graças a mobilização das pessoas pelos grupos de WhatsApp e uma ação rápida da polícia, em pouco tempo o paradeiro das mulheres foi localizado por policiais. Após a notícia do desaparecimento da menina correr a região, inclusive com imagens da vítima, surgiram testemunhas que viram a criança sendo conduzida pelas duas mulheres em direção a Coremas em um táxi.

                Ouvido pela polícia, o taxista confirmou que foi fretado para levar as mulheres e a criança até a entrada da cidade de Coremas, mas o que possibilitou a localização exata das autoras do rapto foi uma ligação antônima recebida no final da tarde pelo sargento Moura, do serviço de comunicação do pelotão de Coremas.

             “Com a informação recebida desse popular, eu mobilizei as duas guarnições disponíveis na cidade e a ação foi exitosa: em pouco tempo, elas foram localizadas e presas”, comentou Moura. Comandas pelos sargentos Cariri e Hélio e ocupadas pelo cabo Fabrício e o soldado Gutiérrez, as viaturas  logo chegaram ao enderenço indicado. Os policiais militares bateram à porta de uma casa localizada na Rua José Maxual, bairro cabo Branco, onde encontraram as mulheres e resgataram a criança, que não apresentava sinais de violência física, mas estava muito assustada. Maria Leite de Melo Eufrásio, de 48 anos, e sua filha, Tatiane Eufrásio Leite de Melo, de 26, foram presas em flagrante e levadas para a delegacia de Piancó, onde, neste momento, o delegado Rodrigo Pinheiro está lavrando o flagrante. A criança também foi conduzida à delegacia e entregue aos pais.

                Mobilizadas pelas redes sociais e tomadas pela revolta, centenas de pessoas (foto) aglomeraram-se em frente à delegacia de Piancó e tentaram avançar contra as acusadas, mas o povo foi contido pela polícia. Depois de autuadas, as duas mulheres deverão ser conduzidas para o presídio feminino de Patos. Familiares das acusadas dizem que elas sofrem de problemas mentais, e teria sido a primeira vez que as duas envolveram-se nesse tipo de crime.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 28/10/2019

     

    Prisão de dono de bar em Piancó deve servir de exemplo para os demais proprietários

     



                 Por Redação da Folha – Por causa de algumas latinhas de cerveja (foto) um proprietário de bar, localizado na área urbana de Piancó, foi preso na noite do sábado, 26, e teve que pagar 500 reais de fiança para não ser recolhido à cadeia.  

                 Segundo informações da polícia, um conselheiro tutelar teria tomado conhecimento de que o comerciante vendeu as cervejas para uma adolescente e acionou a polícia. Policiais militares prenderam o dono do bar e o conduziram ao plantão policial na delegacia de Itaporanga, onde ele foi autuado em flagrante pelo delegado Edmilson.

                    Depois de pagar a fiança, o comerciante foi solto, mas vai continuar respondendo ao processo penal. Disse que não sabia que a garota era menor de idade, mas, na dúvida, o correto é não efetuar a venda para evitar conflitos com a lei.

                 O caso serve de exemplo para todos os que vendem bebida alcoólica em Piancó e na região. A lei proíbe a venda de bebida alcoólica para menos de 18 anos e a infração a esta norma legal pode acarretar sérios problemas para o dono do estabelecimento.  

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 27/10/2019

     

    Mais um jovem é executado a tiros em Conceição e mais um mistério para a polícia

     



               Por Redação da Folha – De acordo com o serviço de Comunicação da PM de Conceição, o jovem Natanael Gomes de Sousa, de 23 anos, sofreu ao menos três tiros e morreu na hora. O crime foi na noite desse sábado, 26, nas proximidades do estádio Walter Braga, bairro Novo Horizonte.

                Até o momento, a polícia não tem nenhuma informação sobre as circunstâncias do fato. Quando policiais militares chegam ao local, o corpo já estava sem vida e ninguém quis dizer se viu alguma coisa. É mais um número nas estatísticas dos crimes contra a vida e mais um mistério para a Polícia Civil, que já tem muitos homicídios para elucidar em Conceição, que, proporcionalmente, é hoje uma das cidades mais violentas do estado.

                O rapaz, conhecido como Dodô de Novinho, era solteiro e residia na Rua Prefeito Góis. Ele caminha, quando foi atingido pelos disparos. De origem humilde, não tinha ocupação laboral fixa. Depois do trabalho da perícia, o corpo foi encaminhado a Patos para exame necrológico.

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 26/10/2019

     

    Atropelamento entre Boa Ventura e Diamante: uma estudante morre e mais 3 pessoas ficam feridas

     



               Por Redação da Folha – O acidente ocorreu no começo da noite deste sábado, 26, na PB-386, entre os municípios de Diamante e Boa Ventura. Segundo informações policiais, três jovens da cidade diamantense seguiam a pé para uma área de lazer, quando foram atropeladas por uma motocicleta.

                A estudante Damiana Venâncio de Barros, de 26 anos, moradora do bairro São Sebastião, em Diamante, teve morte imediata. Solteira, ela tem origem familiar no Serra, onde residem seus pais.  Duas amigas dela ficaram feridas e estão hospitalizadas. O condutor da moto, que ainda não foi identificado, também se encontra internado. Quando deixarem o hospital, todos deverão ser ouvidos no inquérito policial qeu vai apurar o caso.

                Depois do trabalho da perícia, o corpo da jovem será encaminhado a Patos para exame necrológico. Seus pais e irmãos seguem profundamente abalados com a morte trágica e prematura da jovem, que deixou o sítio para viver e estudar na cidade: a esperança de um futuro promissor deu lugar ao luto.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 26/10/2019

     

    Em Conceição, motorista tomba veículo depois de cochilo

     



               Por Redação da Folha – O acidente ocorreu no final da noite dessa sexta-feira, 25, em trecho da PB-386, nas proximidades do matadouro público de Conceição. Após ser retirado das ferragens com ferimentos leves, o motorista José Geovany de Sousa Marciel, de 25 anos, disse aos policiais militares que cochilou enquanto conduzia o carro.

                O veículo é uma caminhoneta D-20, no 92, que saiu da pista e capotou, após o motorista perder o controle da direção. Depois de retirado de dentro do carro, o motorista, que reside no bairro São Geraldo, foi socorrido pelo SAMU e apresentava hematomas na boca e braços, aparentemente sem gravidade.

                O cochilo ao volante é uma das principais causas de acidentes de carro na região. Nas últimas três semanas, cerca de três pessoas perderam a vida no Vale em acidente devido supostamente a sonolência durante a condução veicular.

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 22/10/2019

     

    Diante da fúria de cinco criminosos, coremense de 56 anos tem ato heroico

     



              Por Redação da Folha – Um casal morador do sítio Cruz Grande, município de Coremas, viveu momentos de terror e aflição dentro da própria casa, no final da noite dessa segunda-feira, 21, quando, ao menos, cinco criminosos, conforme a polícia, tentaram invadir a residência com intuito de roubar os moradores.

                Inicialmente, eles bateram na porta e pediram para que o casal, que estava sozinho, abrisse, o que não ocorreu, motivando os criminosos a arrobarem uma venda ao lado da casa e apropriarem-se de vários litros de querosene, com o qual incendiaram as portas e janelas da residência na tentativa de ter acesso ao interior do imóvel.

                Mesmo com parte da casa em chamas, o casal resistiu dentro da residência, momento em que os criminosos começaram a atirar contra as portas e janelas do imóvel. Um dos tiros, provavelmente de espingarda 12, atingiu o dono da casa, José de Paula Leite, conhecido como Sinval, um homem de 56 anos, no instante em que ele tentava apagar o fogo que se alastrava pela janela.

                Segundo a delegacia de Coremas, mesmo ferido, o agricultor conseguiu levar a mulher para cima do sótão da casa, onde os dois ficaram abrigados, mas tinham a certeza de que a residência seria invadida. Armado com uma espingarda calibre 32 e dispondo de um único tiro, o homem ficou na espreita e, quando o primeiro criminoso tentou pular a janela para entrar na casa, recebeu um disparo no rosto e caiu gravemente ferido. Os demais bandidos, temendo a reação do morador, fugiram.

                Depois da fuga, o casal procurou ajuda na vizinhança e a polícia foi acionada. O dono da casa foi socorrido ao hospital da cidade, mas já recebeu alta e deixou a propriedade, temendo represália por parte do bando que está solto. Segundo o que apurou a delegacia, no momento do cerco dos bandidos, o casal tentou chamar a polícia por telefone, mas não conseguiu. Os vizinhos também não ajudaram.

              Com relação ao criminoso ferido, ele iguamente recebeu cuidados médicos e, depois, precisou ser transferido a um hospital de Campina Grande, onde permanece internado sob custódia policial. Trata-se de José Soares, conhecido como Zé Piranha, que havia saído da cadeia de Coremas há poucas semanas. Ele responde por posse de arma e tentativa de homicídio contra uma vizinha e suas filhas. A partir do depoimento do acusado, a polícia pretende chegar aos demais envolvidos.

     

     

     

     

     

     

     

Aguarde um momento... Está carregando!
Desculpe, não foi encontrado nenhum resultado.

 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados