Notícias >> Policial
  •  

    Em 15/12/2018

     

    Homicídio em área rural entre Itaporanga e Igaracy: caianense é emboscado e morto

     



               Por Redação da Folha - A execução a tiros ocorreu no começo da manhã deste sábado, 15, em uma estrada do sítio Macacos, que é município de Itaporanga, mas fica no limite com o território de Igaracy.

                O negociante Lourimar Carneiro Feitoza, conhecido como Lorimar Caiana, de 45 anos, que residia em São José de Caiana, trafegava sozinho em sua moto quando foi alvo de uma emboscada: quando passava por um trecho da via rural foi atingido por disparos de arma de fogo na cabeça e teve morte imediata.

                O homem morava em uma artéria conhecida como Rua do PSF, em São José de Caiana. O delegado plantonista Renato Leite e sua equipe estiveram no local colhendo as primeiras informações sobre o caso. Depois do trabalho pericial, o corpo foi encaminhado a Patos para exame necrológico, o que pode também ajudar a polícia na investigação.

                É o segundo homicídio na área rural entre os municípios de Itaporanga, Caiana e Igaracy em um curto período. Há dois dias, um estudante de 15 anos foi morto a tiros durante um roubo a sua residência no sítio São Francisco. Os autores do crime estão presos. Foto: atingido por um disparo na cabeça, vítima caiu sobre a moto e teve morte imediata.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 13/12/2018

     

    Dupla que matou estudante no Caiana e feriu idoso em Itaporanga é capturada em Igaracy

     



                Por Redação da Folha – Em menos de 24 horas, uma dupla formada por um adolescente de 17 anos e um jovem de 19, Janailton de Almeida Pereira, conhecido por Niltinho, ambos residentes no bairro Padre Aristides, em Igaracy, praticou ao menos três crimes, entre os quais um homicídio e uma tentativa de assassinato, mas terminou capturada por tentativa de homicídio.  

                Primeiro, eles furtaram uma motocicleta em Igaracy e, com o veículo, passaram pelo sítio Mamuda, município de Itaporanga, onde tentaram assaltar um idoso na noite dessa quarta-feira, 12. Francisco Lima estava em casa quando a dupla chegou e anunciou o assalto. Assustada, a vítima correu e foi ferida por dois disparos, mas conseguiu sobreviver.

                Sem conseguir levar nada da residência do aposentado, a dupla seguiu em direção à zona rural de São José de Caiana. Em uma residência no sítio São Francisco, eles fizeram uma grande maldade: na casa onde estavam uma mulher e três filhos, um deles recém-nascido, eles roubaram um celular, uma espingarda e, na saída, mataram um estudante de 15 anos, Kaike Ferreira Pinheiro, na frente da mãe e dos irmãos do jovem. 

                No começo da tarde desta quinta-feira, um genro do idoso baleado presenciou dois suspeitos em uma moto e com um saco carregado de espingardas em direção à cidade de Igaracy. Instantes depois do adolescente chegar em sua casa junto com o adulto, foram surpreendidos por dois policiais militares: os irmãos sargentos Francisco e Alzineudo Salviano estavam de folga, mas, ao tomarem conhecimento do caso, cercaram a casa do menor e conseguiram capturá-lo, apesar da tentativa de fuga. Já o segundo acusado, que conseguiu fugir na primeira investida policial, terminou preso horas depois também em Igaracy.

                Levado à delegacia de Piancó, o adolescente, que é de Brasília, mas estava residindo na cidade, confessou os delitos ao delegado Rodrigo Pinheiro: disse ter sido ele próprio quem atirou na cabeça do estudante e que também participou da tentativa de homicídio contra o idoso e do furto da moto, que teria sido queimada pela dupla. O menor sofreu autuação especial pela tentativa de homicídio e furto e será encaminhado ao centro socioeducativo de Sousa. Já o maior que está preso ainda será ouvido pelo delegado.

                No caso do latrocínio em São José de Caiana, o delegado Renato Leite, que apura o crime, disse que o caso está elucidado, mas o inquérito será instaurado por portaria e, somente depois de ouvidos, é que os dois serão indiciados pelo fato. “Mas algumas outras diligências estão sendo feitas sobre o caso para que tudo seja esclarecido”, comentou o delegado.  

     

     

     

              Matéria exclusiva da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

               

     

     

     

  •  

    Em 13/12/2018

     

    Criminosos invadem casa para roubar e matam estudante de 15 anos no Caiana. Irmã dele falou à Folha

     



                Por Redação da Folha – O crime ocorreu na madrugada desta quinta-feira, 13, no interior de uma residência no sitio São Francisco, município de São José de Caiana, próximo à divisa com Igaracy. O jovem ferido mortalmente com um tiro no interior de sua própria casa é Kaike Ferreira Pinheiro, de 15 anos, estudante do 8º ano da escola Otaviano Lopes, que fica na cidade caianense e está de luto.

                De acordo com informações da adolescente, irmã do jovem executado pelos criminosos, e que também se encontrava na residência, a família acordou durante a madrugada com dois homens tentando invadir a casa: enquanto um forçava a porta, o outro subiu pelo telhado, no intuito de alcançar o interior do imóvel.

                No momento da ação criminosa, encontravam-na residência a mãe e três filhos (a adolescente, uma criança recém-nascida e o jovem estudante, que terminou executado. O dono da casa se encontra em São Paulo trabalhando e soube da morte do filho instantes depois do fato. Ele está bastante abalado, assim como toda a família.

                     Sem conseguir entrar na casa, os criminosos insistiram para que os moradores abrissem a porta. “Então a gente perguntou: se a gente abrir a porta, vocês não fazem mal a gente não, então eles disseram que não, aí a porta foi aberta e eles entraram e estavam armados: um estava encapuzado e outro de cara limpa, mas não sei quem é”, comentou a adolescente durante contato com a Folha.

                 Ao entrarem na residência, os criminosos agiram com violência, segundo a jovem: ordenaram que todos deitassem no chão, inclusive a criança pequena, que ficou ao lado da mãe e chorava muito, irritando os bandidos, que faizam ameaça contra todas as vítimas. Mãe e filhos ficaram sob a mira da arma de fogo de um dos homens, enquanto o outro revirava a casa à procura de alguma coisa de valor.

                Eles procuram dinheiro, conforme a adolescente, mas o que encontraram foi um celular e uma espingarda, que estava guardada em um dos vãos da casa. "Eles diziam que queriam dinheiro, mas a gente dizia que não tinha", disse a jovem.  Revoltado por não ter encontrado dinheiro, um dos criminosos disparou sua arma, uma espingarda, contra a cabeça do menino, que se encontra deitado no chão e morreu na hora. A mãe, ao presenciar o filho ser atingido, desesperou-se e a dupla foi embora. O crime teve forte repercussão no Caiana e no Vale pela extrema crueldade dos elementos.

                A Polícia Civil já está investigando o caso. A mãe foi ouvida em depoimento na delegacia de Itaporanga e pistas que levem à identificação dos criminosos estão sendo procuradas. O corpo do estudante foi encaminhado a Patos para exame necrológico, depois do trabalho pericial.

     

     

     

              Matéria exclusiva da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

     

     

     

     

     

     

               

     

  •  

    Em 09/12/2018

     

    Ibiarense morre em acidente de moto quando passava por área rural de Conceição

     



                Por Redação da Folha – O acidente ocorreu no final da noite desse sábado, 8, em um trecho da rodovia PB-400 que cruza o sítio Cachoeirinha dos Pocianos, município de Conceição. A vítima teve morte imediata.

                Conforme informações policiais, José Pereira Ramalho, de 49 anos, viajava sozinho em uma moto em direção a Bonito de Santa Fé, quando perdeu o controle do veículo e caiu violentamente. Houve ainda uma tentativa de socorro, mas o homem já estava sem vida.

                José Pereira residia no bairro de Ibiarinha, em Ibiara. Acionados por populares que passavam pela estrada e viram o acidente, policiais militares chegaram ao local e fizeram o isolamento da área para o trabalho pericial. Depois, o corpo foi encaminhado a Patos para exame necrológico.

     

     

     

     

     

  •  

    Em 06/12/2018

     

    GTE de Itaporanga prende dois por crimes em Pedra Branca e Santana de Mangueira

     



                Por Redação da Folha – Policiais do Grupo Tático Especial (GTE) da delegacia de Itaporanga cumpriram, entre a tarde dessa quarta e a manhã desta quinta-feira, 6, mandados de prisão preventiva determinados pelo judiciário contra dois homens a pedido da Polícia Civil.

                Um deles é Samuel Soares da Silva Inácio, de 27 anos, que foi preso em Santana de Mangueira, onde reside, na tarde dessa quarta-feira. Ele, que foi recolhido à cadeia de Conceição, é acusado de um homicídio em setembro do ano passado contra o negociante João Galdino da Silva Neto, conhecido como João de Ernani, então com 46 anos, morto a tiros em frente ao campo de futebol da cidade.

                Já no final da manhã desta quinta-feira, os agentes do GTE cumpriram mandado de prisão no distrito de Pitombeira de Dentro, município de Santana dos Garrotes. A prisão foi contra o pedreiro Desival Coelho da Silva, que é acusado da prática de roubos de celulares na cidade de Pedra Branca, fato ocorrido há poucos meses. Em minutos, ao menos três pessoas foram vítimas, gerando um clima de medo na cidade pedra-branquense.

                Depois de uma investigação, as policiais descobriram indícios que apontam para o acusado, que foi recolhido à cadeia de Itaporanga.

               

              Matéria exclusiva da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você viu este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). Furto a propriedade intelectual também é crime.

     

     

     

     

     

  •  

    Em 04/12/2018

     

    Dois dos 4 corpos carbonizados durante acidente no Vale ainda não foram identificados

     



                 Por Redação da Folha – Conforme o núcleo de medicina legal de Patos, os corpos das vítimas ficaram completamente carbonizados. São quatro jovens que perderam a vida, depois que o carro em que os amigos estavam bateu contra um caminhão, na madrugada dessa segunda-feira, 3, na BR-361, nas proximidades de Catingueira, onde residiam todas as vítimas.

                    Com a colisão, o veículo pegou fogo, matando todos os ocupantes. Duas motos que passavam no local também se envolveram no acidente. Três pessoas ficaram feridas, duas delas adolescentes, e foram hospitalizadas, mas não correm risco de morte.

                    Dois dos jovens mortos foram identificados através da arcada dentária e os corpos entregues às famílias para o sepultamento, mas os outros dois, reduzidos a quase cinzas, precisão ser submetidos a exames de DNA para a comprovação familiar e a consequente identificação dos restos mortais.  

                    O motorista do caminhão deverá se apresentar ao delegado Ivaldo Dias na tarde desta terça-feira, 4, para maiores esclarecimentos. Um inquérito será aberto para apurar as responsabilidades pelo acidente trágico, mas as informações são de que um jumento na pista foi quem provocou o acidente.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 04/12/2018

     

    Dona de lotérica de Serra Grande vítima de assalto na estrada. Ela transportava dinheiro

     



                    Por Redação da Folha – O assalto ocorreu no final da manhã dessa segunda-feira, 3, a menos de dois quilômetros da cidade de Serra Grande. A dona da casa lotérica da cidade, Roseli Ferreira Cavalcante, de 36 anos, transportava cerca de 25 mil reais para abastecer a lotérica, e disse à polícia que fazia esse transporte com frequência, o que, certamente, chamou a atenção dos criminosos.

                    Depois de sacar o dinheiro na Caixa Econômica de Itaporanga, ela seguiu em carro próprio para Serra Grande. Além da mulher, estavam no carro o motorista e dois passageiros. Eles foram surpreendidos por dois homens armados e de capacete em um moto Bros vermelha. Eles dispararam em direção ao carro, forçando o motorista a parar o veículo.

                    Além de tomarem o dinheiro que era transportado pela dona da lotérica, eles também assaltaram o motorista e as duas pessoas que estavam de carona, que tiveram dinheiro, celulares e documentos levados pelos criminosos. Ao todo, o assalto rendeu quase 26 mil reais em espécie.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 03/12/2018

     

    Mais uma família de Nova Olinda vivencia o drama do suicídio: agora foi um jovem de 29 anos

     



                    Por Redação da Folha- O jovem agricultor Alexandre Medeiros da Silva, de 29 anos, deu fim à própria vida na noite desse domingo, 2. Ele enforcou-se no quintal de sua casa, que fica no conjunto Ana Julinha, em Nova Olinda, segundo informações policiais.  

                    Quando familiares perceberam, o jovem já estava sem vida. Policiais militares foram acionados e isolaram a área até a chegada da perícia. Depois do trabalho pericial, o corpo foi encaminhado a Patos para exame necrológico e o atestado oficial da causa do óbito. Não há maiores informações sobre as circunstâncias do fato, mas se tratava de um rapaz que aparentava gostar da vida e apaixonado por vaquejada, conforme alguns amigos.

                   A família do jovem, que estava separado da primeira esposa e vivia um segundo relacionamento marital, está muito abalada emocionalmente. O sepultamento de Alexandre ocorrerá no final da tarde desta segunda-feira. A cidade mais uma vez está profundamente comovida.

                      Nos últimos dois anos e meio, ao menos uma dezena de pessoas tirou a própria vida em Nova Olinda, um número alarmante se for considerado o porte populacional da cidade. Saúde mental e ação social junto às famílias estão sendo cobradas há muito tempo, mas o poder público, especialmente as esferas superiores, continua negligente.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 03/12/2018

     

    Com plantão policial em Itaporanga, Vale teve 8 prisões por diferentes crimes no final de semana

     



                   Por Redação da Folha – Há muito tempo não se via um final de semana tão violento na região. Foram várias ocorrências e um único delegado para cobrir 20 municípios regionais entre a tarde da sexta-feira e a manhã desta segunda, 3.

                O plantão policial, a cargo do delegado Glêberson Fernandes, funcionou na delegacia de Itaporanga, para onde foram encaminhadas todas as ocorrências. Foram oito prisões por distintos crimes: furto, posse e porte de arma, embriaguez ao volante, tentativa de homicídio e tráfico de drogas.

                    Entre as principais ocorrências está a prisão de um casal da cidade de Manaíra, depois do furto de uma motocicleta durante uma festa pública em Boa Ventura na noite do sábado, 1º. Aluísio Soares dos Santos, de 20 anos, e Géssica Lopes da Silva, de 21, chegaram à cidade em uma moto furtada e tentaram subtrair outra, mas, durante a fuga, foram presos por policiais militares. Autuados pelo delegado plantonista, foram recolhidos à cadeia: ele em Itaporanga e ela, em Patos.

                    Também no sábado, mas à tarde, um rapaz, que estava na garupa de uma moto, tentou degolar o condutor do veículo com uma faca. Isso foi em uma estrada do município de Curral Velho. Mesmo ferido no pescoço, José Wellington, de 23 anos, que é da cidade cearense do Crato, lutou contra seu agressor e conseguiu escapar.

                    Ele disse à polícia que teria vindo à região pegar um carro comprado por um amigo, mas tudo não passava de uma armadilha: o autor da tentativa de homicídio, Eduardo Alves Fernandes Filho, de 21 anos, que atualmente reside em Curral Velho, foi preso por policiais militares no momento em que era socorrido em uma ambulância, pois ficou levemente ferido durante a briga. O agressor foi autuado por tentativa de homicídio pelo delegado e está na cadeia de Itaporanga.

                    Já na noite do sábado, policiais civis receberam a informação de que um grupo de jovens estaria transportando droga e a origem do entorpecente era Piancó.  Cinco rapazes em duas motos, três deles menores de idade, foram interceptados por policiais civis e militares quando ainda estavam na cidade de Coremas.

                    Com o grupo, conforme a polícia, foram encontrados embrulhos plásticos de maconha e cocaína (foto). Uma balança de precisão, além de uma pequena quantia em dinheiro. Dos cinco envolvidos, quatro são de Piancó. Os adolescentes vão responder a procedimentos especiais em liberdade, mas os dois maiores, Lucas Luan de Sousa Cabral, de 18 anos, que reside em Coremas, e Álisson Nicário Henrique da Silva, conhecido como Negão, de 23, que é de Piancó, foram autuados por tráfico em encaminhados à cadeia coremense.

                    Ocorreu ainda um furto a um quiosque por traz da Igreja Matriz de Itaporanga e o autor foi autuado e preso; e uma outra prisão na cidade por embriaguez ao volante e porte de arma, além de uma posse de arma em Serra Grande.

                   

     

     

     

     

     

     

     

                   

     

     

  •  

    Em 29/11/2018

     

    Suspeita de furto, dupla campinense presa em Piancó foi para a cadeia por outro motivo

     



                Por Redação da Folha – Depois de 14 horas detidos na delegacia de Piancó, dois homens de Campina Grande, presos por policiais militares durante a madrugada desta quinta-feira, 29, suspeitos da prática de furto na cidade, foram recolhidos à cadeia local, mas por outros delitos.

                Joabson Gonçalves Leandro da Silva, conhecido como Joabinho, de 29 anos, e Ivanildo Varela Fernandes Filho, de 28, ambos residentes em Campina Grande, foram autuados por adulteração de veículo, receptação e uso de droga pelo delegado Rodrigo Pinheiro. O carro em que eles chegaram à cidade, um Gol branco, é produto de furto e está adulterado, conforme a polícia.

                 Eles são suspeitos de um furto a uma loja de roupas na semana passada em Piancó. O prejuízo ao proprietário, conforme ele próprio, foi superior a 100 mil reais. Um carro semelhante ao da dupla aparece nas imagens de câmeras de segurança de uma loja vinha a que foi alvo de criminosos, mas a polícia ainda não tem provas suficientes contra os dois pelo furto.

                Eles negam o furto e, sobre o carro, disseram que compraram o veículo na última segunda-feira em Patos por 13 mil reais. Afirmaram também que pretendiam dormir em Piancó e estavam à procura de uma pousada quando foram abordados pela polícia, mas não convenceram a policia sobre o motivo da presença na cidade e região. Se a polícia não conseguir provar o envolvimento dos dois no furto à loja, eles poderão sair em poucos dias da cadeia, pois os delitos pelos quais foram autuados são de baixo potencial ofensivo.

     

     

     

     

  •  

    Em 29/11/2018

     

    Nova modalidade de golpe contra aposentados em Itaporanga. Uma moradora rural foi vítima

     



              Por Redação da Folha - Uma aposentada rural de 58 anos, moradora do sítio Saco do Pinto, município de Itaporanga, foi vítima de uma nova modalidade de golpe que está sendo aplicada contra aposentados, principalmente agora por causa do recebimento do 13º salário.

                A aposentada veio à cidade nessa terça-feira, 27,  para receber seu beneficio e recebeu, mas voltou para casa sem um centavo e sem nenhum documento.  Ela foi vítima do chamado Golpe da Gratidão. Um casal caminhava na frente da mulher e deixou cair uma bolsa. Honesta e prestativa, a vítima apanhou-a e fez a entrega. O casal ficou tão grato com a atitude da mulher que decidiu presenteá-la, mas tudo não passava de uma farsa.

                O homem disse que havia comprado uma sandália para uma amiga e tinha deixado uma ordem na loja para um outro calçado e que a aposentada poderia ir buscá-lo para ela como forma de gratidão pelo seu gesto de bondade.  

                Iludida, a mulher seguiu em direção à loja, mas, antes, o casal pediu para que ela deixasse a bolsa por segurança e a aposentada deixou, mas, quando retornou, não encontrou mais o casal. Nem bolsa nem sandália nem dinheiro. A quantia de 1.400 reais e todos os seus documentos foram levados. Ela registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia.

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 28/11/2018

     

    Em Piancó, homem é vitima de golpes de faca e está hospitalizado

     



               Por Redação da Folha – A tentativa de homicídio ocorreu na noite dessa terça-feira, 27, em frente a um bar no bairro Santo Antônio, em Piancó. As circunstâncias do crime ainda estão sendo apuradas pela Polícia Civil.

                Segundo as primeiras informações policiais, João Sabino da Silva, conhecido como João de Zeinha, sofreu golpes de faca durante uma briga e está hospitalizado no hospital regional, mas não corre risco de morte. Ele reside próximo do local onde foi lesionado.

                Agentes da delegacia de Piancó foram ao hospital nesta manhã para tentar conversar com João e saber quem foi o autor das lesões sofridas por ele e demais informações sobre o caso, que está sendo apurado pelo delegado Rodrigo Pinheiro.

               

     

     

     

  •  

    Em 25/11/2018

     

    Sinal da Netflix leva polícia à porta de uma casa em Nova Olinda. O dono foi preso

     



                Por Redação da Folha – Há sete dias, um cidadão de Patos foi vítima de um furto e teve seu aparelho de televisão levado, mas esse não foi seu único prejuízo: após o crime, ele descobriu que a pessoa que se encontrava com sua TV também estava usufruindo da Netflix, que é um canal internacional que distribui, por assinatura, filmes e séries de televisão.

                Sem a televisão e pagando para que outra pessoa curtisse filmes e séries à vontade, o proprietário resolveu reagir e entrou em contato com a Netflix. Não foi difícil para a empresa descobrir, em colaboração com a polícia, a localidade e o endereço onde a assinatura estava ativa, pois o sinal é distribuído através de internet.

                Na tarde da última sexta-feira, 23, quatro dias após o furto, agentes de investigação da Polícia Civil de Patos e policiais do GTE (Grupo Tático Especial) da delegacia de Itaporanga bateram à porta de uma residência na cidade de Nova Olinda. O dono da casa, um homem de 31 anos, não se encontrava, mas, avisado pela esposa, logo chegou e foi preso em flagrante.

                No interior de sua casa, além da TV de Led, de 43 polegadas, os policiais também encontraram um relógio de braço e um revólver calibre 38, arma tomada de um vigilante durante assalto a uma agência bancária em uma cidade pernambucana. Levado para a delegacia de Itaporanga, o homem foi ouvido pelo delegado plantonista José Pereira. Ele disse que comprou a TV sem saber que se tratava de um produto furtado, mas não esclareceu com quem havia feito negócio, assim também como no caso da arma e o do relógio.

                Autuado em flagrante por posse ilegal de arma e receptação, o homem foi recolhido à cadeia de Santana dos Garrotes. O curioso é que, apesar de ter dito em depoimento que não sabia que se tratava de um produto furtado, quando deu de cara com a polícia em sua casa já foi longo indagando: “Vocês vieram buscar a TV?”. Não somente a televisão a polícia procurava: ele também terminou indo junto.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  •  

    Em 25/11/2018

     

    Neto de ex-prefeito de Boa Ventura morre em acidente 2 anos depois do pai também ser vítima da estrada

     



              Por Redação da Folha – O universitário José Humberto Pinto Júnior, de 23 anos, foi vítima de um acidente de carro no final da madrugada deste domingo, 25, na PB-386, instantes depois de deixar uma festa na cidade de Diamante.

                O jovem, que é solteiro, seguia sozinho para sua casa, que fica na cidade de Boa Ventura, quando perdeu o controle do seu carro, um Fiat Uno, poucos metros antes de uma ponte, atravessou a contramão e despencou de uma altura considerável. O rapaz teve morte imediata devido ao forte impacto. Ele é neto do ex-prefeito de Boa Ventura, por dois mantados, Pedro Pinto, e filho do ex-funcionário público José Humberto, que também foi vítima fatal de um acidente: ele foi um dos mortos da colisão entre ônibus de universitários em agosto de 2016 a caminho de Patos.

                Uma dor muito profunda para a mãe do rapaz e um casal de irmãos. Pouco mais de dois anos depois de perderem o marido e pai, eles também perdem agora um filho e um irmão. Júnior Pinto, como popularmente era conhecido, estudava em uma faculdade de Patos e era uma figura bastante conhecida e querida na cidade.

                O delegado José Pereira e sua equipe estiveram no local para obter as primeiras informações sobre o acidente. Após o trabalho pericial, o corpo foi encaminhado para exame cadavérico em Patos. O sepultamento deverá ocorrer na manhã desta segunda-feira.

     

     

     

     

     

  •  

    Em 23/11/2018

     

    Campinense que cumpre pena de 30 anos em Itaporanga sofre mais uma condenação

     



                 Por Isaías Teixeira/Folha do Vale - Em sessão realizada nessa quinta-feira, 22, a terceira desta semana, o Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Itaporanga, presidido pela juíza Francisca Brena Brito, condenou, por tentativa de homicídio qualificado, o campinense Leonardo de Oliveira Firmino, de 32 anos, conhecido como Léo Banguela. Ele tentou matar a tiros Elson Pereira Lima, também de 32 anos, fato ocorrido em janeiro de 2015, no centro da cidade.

                  O réu foi sentenciado a seis anos de reclusão, mas já está preso há mais de três na cadeia de Itaporanga por ter sido condenado a 30 anos de reclusão por outros dois crimes contra a vida, um deles, o assassinato a tiros, na virada do ano de 2014 para 2015, do jovem Heitor Jéffesson Ferreira Figueiredo, na época com 22 anos. O crime, cometido em um matagal no bairro Alto das Neves, teve relação com o tráfico de drogas, segundo apurou a polícia. O outro delito foi uma tentativa de homicídio contra José Airton Gomes de Alexandria, fato ocorrido meses depois da morte de Heitor e da tentativa contra Elson, pela qual Léo foi julgado agora.

                  Na sessão dessa quinta-feira, o réu foi defendido pela defensora pública Raíssa Palitot Remígio, que levantou duas teses: a da absolvição e, secundariamente, a de tentativa de homicídio simples, mas prevaleceu, para os jurados, a sustentação da Promotoria de Justiça, representada pelo promotor Reynaldo Di Lorenzo Serpa Filho, que pediu a condenação do réu por crime qualificado e foi atendido pelo Conselho de Sentença. Com a nova condenação, ele passa a cumprir uma pena total de 36 anos.

                 Foi o terceiro julgamento e a terceira condenação desta semana no Tribunal do Júri de Itaporanga, que, na próxima semana, volta a se reunir para mais quatro julgamentos.

     

     

     

     

     

     

Aguarde um momento... Está carregando!
Desculpe, não foi encontrado nenhum resultado.

 

 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados