Em 26/11/2019

 

Vice rompe com prefeito do Caiana e anuncia sua pré-candidatura à sucessão municipal

 



           Por Redação da Folha – O vice-prefeito de São José de Caiana, Manoel Moleque, que foi importante para a eleição do prefeito José Leite nas disputas municipais de 2016, rompeu politicamente com o atual gestor municipal, conforme o próprio Manoel em entrevista ao programa O Vale em Debate, que é levado ao ar diariamente, das 11h ao meio-dia, pela rádio Correio de Itaporanga.

            Segundo Manoel, apesar de sua importância para a eleição do prefeito e também para a gestão municipal nos anos iniciais, nos últimos meses, ele passou a ser pouco valorizado dentro do grupo e da gestão, motivando seu afastamento. Um outro fator que também insatisfez o vice, conforme ele próprio, foi a demonstração de Zé Leite de não querer cumprir o compromisso assumido de apoiá-lo à sucessão municipal. “Até o segundo ano de gestão, o prefeito dizia que iria governar apenas quatro anos e demonstrava que iria cumprir o compromisso assumido comigo, mas, ultimamente, vem falando que precisa de mais quatro anos para concluir umas obras”, comentou.

              O vice-prefeito esclarece, no entanto, que não foi a quebra do acordo que o motivou a romper com o prefeito, mas o fato de não estar se sentido bem dentro do grupo pela mudança de conduta do prefeito em relação a ele. “Antes Zé Leite e eu éramos muito unidos, fazíamos tudo combinado, mas, de uns tempos desses pra cá, o prefeito mudou em relação a minha pessoa, parece que na tentativa de me afastar da gestão e por isso eu próprio resolvi me afastar”, comentou ele em contato com a Folha.

            Manoel está decidido a disputar a Prefeitura pelo mesmo partido que enfrentou o pleito de 2016: o PPS. “Tem gente comentando por aqui que eu estou atrás de dinheiro, mas eu quero avisar a essas pessoas que minha honra ninguém compra, porque se eu tivesse atrás de dinheiro não seria hoje o vice de Zé Leite”, comentou, ao dizer que, embora seja pré-candidato, está disposto a conversar com outras lideranças da oposição e realizar uma pesquisa para saber quem está melhor colocado na preferência popular e definir a chapa: "o primeiro na pesquisa é o candidato e o segundo fica com a vice, ou seja, o povo é quem vai escolher a chapa", disse.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados