Em 11/03/2019

 

Vereador é atacado por rato em Itaporanga, mas o pior ainda estava por vir

 



          Por Redação da Folha – O ataque do roedor ao parlamentar mirim ocorreu na manhã da quarta-feira de cinzas, mas somente nesta segunda-feira, 11, é que o vereador contactou com a Folha intencionado a fazer uma queixa pública, não propriamente contra o rato, mas pelo que aconteceu depois: o legislador mirim disse que não recebeu a atenção devida do hospital de Itaporanga.

            O ataque de ratos a pessoas é extremante raro, mas possível. José Dantas, que é vereador em Pedra Branca, contou que veio a Itaporanga procurar uma clínica oftalmológica, que fica nas proximidades do hospital. No entanto, como a clínica estava fechada, ele ficou sentado em uma calçada à espera de um filho para retornar à sua casa. O parlamentar estava de sandália e foi surpreendido pelo ataque do roedor em um dos dedos dos pés. “Era um rato grande, desse que o pessoal chama de gabiru: a mordida foi rápida e ele logo fugiu depois que eu movimentei o pé, mas vi claramente ele”, disse o vereador, ao acrescentar que a área onde estava é tomada por mato e entulhos, apesar de localizada no centro da cidade.

            Ao notar que o sangue escorria do seu dedo, Zé Dantas temeu que pudesse sofrer alguma contaminação, pois o rato é transmissor de doenças perigosas, e dirigiu-se até o hospital distrital de Itaporanga, mas conta que não foi bem atendido. “Eu disse o que tinha acontecido, mas o que falaram é que não poderiam fazer nada, e mandaram que eu procurasse o hospital infantil (Centro de Saúde), então fui até lá, mas estava fechado: voltei para Pedra Branca sem atendimento, mas, graças a Deus, até hoje não senti nada”, comentou o parlamentar.

            Como representante do povo, o vereador (foto) disse que ficou revoltado com o descaso do hospital, “porque, se agiram assim comigo, certamente vão fazer do mesmo jeito com outras pessoas, mas o hospital, que é mantido com dinheiro público, precisa atender bem qualquer cidadão, sendo ou não vereador, por isso faço um apelo para que o governo resolva alguma coisa desse hospital, porque a situação é difícil”.

            José Dantas tem 68 anos e está em seu quinto mandato na Câmara Municipal de Pedra Branca. “Pior do que os ratos das ruas são as ratazanas que tomam conta de muitos órgãos públicos daqui pra Brasília”, desabafou o parlamentar mirim.

 

 

 

            Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

 

 

 

 

 


 

 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados