Em 14/03/2019

 

Tráfico: casal que se uniu pelo Facebook é separado pela polícia em Boa Ventura

 



            Por Redação da Folha – A alagoana da cidade de Rio Largo, Isabel dos Santos Silva, de 20 anos, e o curral-velhense José Carlos Pereira da Silva, de 29, conheceram-se pelo Facebook, conforme eles próprios relataram à polícia, e residiam havia há duas semanas em Boa Ventura, depois de morarem um período em São Paulo.

            Isabel conta que foi convidada por Carlos para residir na casa dos pais dele em Boa Ventura e aceitou o convite sem saber o lado sombrio e criminoso do companheiro, segundo a jovem em seu depoimento. No final da manhã desta quinta-feira, 14, o casal seguia em uma moto por uma estrada descaça e pouco movimentada entre Boa Ventura e Curral Velho, quando foi interceptado por policiais militares.

            Em uma mochila que era conduzida pelo casal foram encontrados meio quilo de cocaína, 502 embrulhos de crack e seis invólucros de maconha. Dois revólveres também foram apreendidos com eles. Marido e mulher foram presos em flagrante, conduzidos à delegacia de Itaporanga e autuados pelo delegado Renato Leite por tráfico, associação para o tráfico de droga e porte ilegal de arma.

            Em seu depoimento, Carlos defendeu a companheira, argumentando que ela não sabia sobre a droga na mochila e resolveu acompanhá-lo até um sítio no município de Curral Velho, onde o homem disse que iria receber um dinheiro, cerca de 80 reais, por dois dias de serviço como ajudante de pedreiro. Ele assumiu total responsabilidade pelo entorpecente, o que não convenceu o delgado, que acredita no envolvimento da mulher, e os dois terminaram autuados em flagrante. A jovem, que não tem passagem anterior pela polícia, foi conduzida ao presídio feminino de Patos, quanto o seu companheiro foi recolhido à cadeia de Itaporanga. A união conjugal dos dois, iniciada pela internet, foi desfeita da pior maneira possível.

            José Carlos já foi condenado por tráfico de drogas em São Paulo, onde cumpriu pena, mas aproveitou uma saída temporária e não mais retornou ao presídio. Em função dessa fuga, ele tem um mandado de prisão decretado pela Justiça paulista.

            No depoimento prestado na delegacia de Itaporanga, Carlos confessou que negociou e adquiriu a droga pela internet por meio de um rapaz de Patos e o destino do entorpecente seria a cidade pernambucana de Serra Talhada. Com relação às armas, ele disse que era para sua defesa pessoal e não tinha a intenção de negociá-los.

           

 

 

 

            Texto jornalístico exclusivo da Folha. Proibida a reprodução total ou parcial. Se você vê este texto em outro site ou blog denuncie (jfolhadovale@gmail.com). É preciso respeitar o direito autoral.

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados