Em 11/09/2018

 

TCE julga irregular despesas realizadas na construção de escola e manda ex-prefeito de Coremas devolver recursos

 



             Por Isaías Teixeira/Folha do Vale - O Tribunal de Contas do Estado (TCE) julgou irregulares despesas feitas no ano de 2011 pelo ex-prefeito de Coremas, Edílson Pereira, na construção de uma escola com seis salas de aula no município. Os problemas, não detalhados pelo órgão, foram detectados por meio de uma inspeção de obras.

             Em razão das irregularidades, o TCE imputou um débito de R$ 21,7 mil ao ex-gestor coremense e ainda aplicou-lhe uma multa superior a R$ 7,8 mil, perfazendo quase R$ 30 mil que ele terá que devolver aos cofres públicos municipais. O acórdão da sessão que terminou com a decisão contrária a Edílson Pereira foi publicado no Diário Oficial Eletrônico da corte contábil.

             Edílson Pereira governou Coremas por dois mandatos consecutivos , de 2005 a 2008 e de 2009 a 2012, e teve várias prestações anuais de contas reprovadas pelo TCE e pelo TCU. Ele também têm condenações na Justiça, inclusive penais.

             A Prefeitura de Coremas é, atualmente, administrada pela esposa de Edílson, Francisca das Chagas, que disputou o pleito em 2016 no lugar do marido, impedido de registrar a candidatura por ter seus direitos políticos suspensos, mas ele ocupa atualmente a secretaria de saúde.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Informes & Opinião

 

 

 

 

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados