Em 07/06/2021

 

Segunda sangrenta: violência em Itaporanga e em Caiana deixa três órfãos

 



       Por Redação da Folha – Duas meninas, uma de 4 e outra de 6 anos, não dormirão com a mãe esta noite e em noite mais nenhuma. Ela está morta. O menino de dez anos também não terá o pai em casa esta noite. Tiros tiraram sua vida. Três órfãos em duas histórias de tragédia que marcaram esta segunda-feira, 7, em São José de Caiana e Itaporanga.

        Em meados da manhã, na Rua Raimundo Lopes, centro do Caiana, Rosana Severino da Silva, de 25 anos, foi ferida a tiros de pistola .40 dentro do banheiro da casa da mãe, com quem estava residindo depois da separação. Foi lá que ela tentou esconder-se da fúria do ex-marido, Kennedy Anderson Alves Marcolino, de 26, mas o local não tinha fechadura e não houve escapatória para ela.

          A menina de 4 anos presenciou a barbárie contra a mãe, mas foi fundamental para evitar que a tia da vítima também fosse assassinada. As duas moram em casas vizinhas. “Depois que ele atirou contra a ex-mulher, apontou a pistola para a cabeça da tia dela, foi quando a criança agarrou-se no pescoço dela e pediu ao pai para que não a matasse, e ele não atirou, mas a intenção dele era matar também a tia de Rosana”, comentou o delegado Glêberson Fernandes, que foi quem iniciou a apuração do caso.

         Segundo a investigação inicial, o casal estava separado havia oito meses, mas ele não aceitava a separação e já tinha feito ameaças contra a mulher, o que a motivou a procurar a delegacia de Itaporanga. Rosana Severino recebeu uma medida protetiva, mas seu ex-marido não teria respeitado a proibição de não se reaproximar da ex-companheira. Por causa disso, no final de fevereiro deste ano, a delegacia chegou a pedir a prisão preventiva do homem, mas a Justiça de Itaporanga negou, argumentando que não havia motivo para ordenar que ele fosse preso.

          Hoje, o homem voltou a procurar a ex-mulher e, desta feita, segundo a polícia, para que ela assinasse uns papéis para emissão de documentos fiscais relativos a uma empresa de restaurante, herança de quando viviam juntos. Somente Rosana, a tia e as duas crianças estavam em casa, aliás, são duas casas vizinhas. Houve um desentendimento e o homem, com a arma em punho, passou a agredi-la no rosto. Em um momento, a jovem conseguiu se libertar das garras do agressor e escondeu-se em um quarto da casa da tia, onde sua menina mais velha dormia. Ele então passou a atirar por baixo da porta. Temendo que os disparos pudessem atingir a criança, a mulher correu para a casa da mãe e tentou esconder-se no banheiro, mas não houve jeito. Enquanto tentava livrar-se do ex-marido, a vítima corria com sua filha de quatro anos agarrada em suas pernas. O crime chegou até o delegado pela barbárie e crueldade.

        A vítima, que recebeu 4 tiros, ainda chegou a ser socorrida com vida ao hospital de Itaporanga, mas não resistiu, enquanto o acusado conseguiu fugir. Uma moto de sua propriedade chegou a ser apreendida por policiais militares, mas, de acordo com o delegado, ele teria fugido em um carro em direção a Campina Grande. Ele é filho de um policial militar da ativa.

         

        Homicídio em Itaporanga – Nessa tarde, o crime de morte foi em Itaporanga, especialmente em frente a uma oficina, na saída de Itaporanga para São José de Caiana. Wellington Cordeiro Soares, de 39 anos, trabalhava no local quando foi morto a tiros. Segundo informações policiais, dois homens com os rostos cobertos pelas camisas chegaram ao local a pé e efetuaram vários disparos contra a vítima, fugindo em seguida. A motivação do crime é desconhecia até agora pela polícia.

      Uma equipe do Samu esteve no local, mas não chegou a remover o ferido, porque logo ele veio a óbito. Wellington era casado, residia no final da Rua Crizanto Pereira, no bairro Bela Vista, e deixa um filho. É o quarto homicídio na cidade em pouco mais de dois meses. No final de semana passada, dois irmãos foram feridos a tiros e permanecem internados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados