Em 17/10/2020

 

Sai sentença da candidatura que ainda estava pendente de julgamento em Diamante

 



         Por Redação da Folha – Partidários da prefeita e candidata à reeleição, Carmelita de Odoniel (Republicanos), comemoraram a decisão da Justiça Eleitoral que deferiu o registro de candidatura da gestora municipal. Dos três postulantes à Prefeitura de Diamante, ela era a única que ainda não tinha sido julgada.

          Em sentença proferida neste sábado, 17, o juiz Antônio Eugênio, da 42ª Zona Eleitoral, deferiu a candidatura de Carmelita em função da prefeita cumprir todos os requisitos necessários para o usufruto do direito a disputar cargo eletivo, ou seja, reunir todas as condições de elegibilidade. Seu pedido de candidatura chegou a ser impugnado sob o argumento de uma suposta condenação eleitoral colegiada, mas, de acordo com o magistrado, a sentença em primeiro grau desfavorável à Carmelita de Odoniel foi modificada por instâncias eleitorais superiores, a começar pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

          Embora responda a processos por Crime de Responsabilidade e improbidade, inclusive tendo sido afastada do cargo por duas vezes no atual mandato, a prefeita ainda não sofreu nenhuma condenação, o que a mantém no gozo pleno dos seus direitos políticos. Além de Carmelita, também disputam a Prefeitura os candidatos Hermes Mangueira (Podemos) e Clarice Melo, do partido Cidadania.

 

 

 

 


 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados