Em 04/03/2016

 

Prisões, maioria do dinheiro recuperada, e polícia agora apura envolvimento de gente de Piancó no assalto

 



         Por Redação da Folha – Onze horas depois do assalto ao empresário João dos Santos, conhecido como João Bafafá, de 54 anos, ocorrido ao meio-dia dessa quinta-feira, 3, no interior de sua loja de revenda de carros, no centro de Piancó, policiais militares de Patos conseguiram prender quatro homens acusados de envolvimento no crime.

            Com informações provenientes de Piancó, os policiais de Patos interceptaram, na entrada da cidade patoense, um Celta branco onde estavam os quatro homens, com os quais foram encontrados uma pistola .40 e a quantia de pouco mais de 47,7 mil reais, maior parte dos 51 mil reais levados pelos criminosos. Dois chegaram de moto ao estabelecimento e dois deram cobertura ao assalto, conforme informações policiais.

            Os quatro foram conduzidos à delegacia de Patos, onde serão autuados pelo delegado Alarico Rocha no correr desta sexta-feira, 4. Conforme o delegado, em contato com a Folha, os acusados são Erivaldo Ferreira dos Santos, vulgo nego Val, de 33 anos, que é de Soledade; Matheus Oliveira, de 22 anos, e Álisson Antônio Alves, de 26, ambos de João Pessoa; e Marcelo Calístenes Correia de Santana, vulgo Magão, que é da cidade de Arara, mas todos tinham trânsito na capital e dois deles já têm passagem pela polícia.

            Conforme ainda o delegado, o quarteto não conhecia o empresário e não há dúvidas, segundo a autoridade policial, de que há gente de Piancó envolvida no caso, o que já está sendo apurado pelo delegado piancoense Renato Leite. Dr. Alarico já ouviu a vítima, que ficou com um dos olhos lesionado devido a uma coronhada sofrida. O dinheiro recuperado também já foi entregue ao empresário.

            De acordo com os próprios criminosos em conversa com a imprensa, o intuito do grupo era roubar meio milhão de reais do empresário, porque tinha a informação de que se trata de um homem rico, mas, no final das contas, se deram mal. Foto: acusados presos e maior parte do dinheiro recuperada, mas ainda há o que investigar.

 

 

            Folha Empresa. Direito Reservado. Proibida reprodução total ou parcial deste texto e imagem. Infratores sujeitos a penalidades cíveis e criminais.


 

 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados