Em 08/06/2021

 

Preso por ordem da Justiça, acusado de feminicídio no Caiana preferiu o silêncio na delegacia

 



        Por Redação da Folha - O comerciante Kennedy Anderson Alves Marcolino, de 26 anos, apresentou-se na delegacia de Itaporanga na manhã desta terça-feira, 8, mas não conseguiu livrar-se da prisão, pois já havia contra ele uma ordem de prisão preventiva decretada pela Justiça de Itaporanga a pedido do delegado Glêberson Fernandes, que apura o crime de feminicídio praticado por ele em São José de Caiana.

       O pedido de prisão contra o autor do crime ocorreu poucas horas depois de Kennedy ferir mortalmente a ex-companheira, Rosana Severino da Silva, de 25 anos, fato ocorrido na manhã dessa segunda-feira, 7, no banheiro da casa da mãe da vítima, onde ela tentou esconder-se. Rosana deixa duas filhas, uma de 4 e outra de 6 anos, que estão sob os cuidados dos avós maternos. Centenas de pessoas acompanharam o sepultamento da mulher. O crime teve forte repercussão na cidade caianense e em toda a região.

       Durante o interrogatório, o acusado preferiu não responder aos questionamentos do delegado e deverá falar somente quando for ouvido em juízo. Ele está recolhido à cadeia de Itaporanga.

 

 

 

 

 


 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados