Em 20/11/2021

 

Em Itaporanga, área rural volta a ser tomada indevidamente por lixão

 



          Por Redação da Folha - O lixo voltou a comprometer a paisagem e a saúde ambiental de uma área rural situada às margens da estrada que divide os sítios Várzea do Saco e Lagoa do Mato. A deposição irregular de resíduos no local é um crime contra a natureza, mas muitos insistem no cometimento do delito.

          Segundo um dos proprietários da área, as pessoas que estão jogando lixo no local ainda não foram descobertas, mas é provável que se trate de gente da cidade que esteja usando dolosamente o terreno para o descarte permanente de rejeitos, o que pode comprometer o meio ambiente, principalmente a água e a vegetação. Até matéria orgânica está sendo descartada no local, tanto que urubus lá são vistos frequentemente.

          Não é a primeira vez que pessoas tentam transformar a área em lixão. O ano passado, muito lixou também foi jogado em um local próximo, o que motivou o dono de uma das propriedades afetadas a denunciar o caso na Folha, o que motivou o Ministério Público a abrir um procedimento para apurar a irregularidade. Durante meses, não houve novas descargas, mas recentemente o lixo voltou a incomodar e prejudicar os proprietários. Eles temem que, caso nenhuma providência seja tomada pelos órgãos de defesa do meio ambiente, o lixão possa se expandir e tornar-se incontrolável.  

 

 

 

 


 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados