Em 23/10/2018

 

Dos 5 candidatos a federal mais votados no Vale, 4 foram reeleitos e um é marinheiro de 1ª viagem

 



             Por Isaías Teixeira/Folha do Vale - O deputado federal Hugo Motta (PRB), de 29 anos, que nasceu em João Pessoa, mas fez carreira política em Patos, sua base familiar e eleitoral, foi o mais votado para a Câmara Federal no Vale. Dos 92.468 votos que obteve em todo o estado, a 5ª maior votação entre os 12 eleitos, a região deu a Hugo 13.430 votos. Essa votação foi superior ao desempenho eleitoral que Motta teve no município patoense, onde foi majoritário com 12.767 sufrágios.

             Apesar de jovem, Hugo vai para o seu terceiro mandato consecutivo em Brasília. O filho do deputado estadual Nabor Wanderley (PRB), também reeleito para a Assembleia Legislativa, foi majoritário em 7 dos 20 municípios regionais: Conceição (3.650), Olho D’água (1.658), Boa Ventura (1.460), Santana dos Garrotes (1.440), Catingueira (1.232), Emas (854) e Diamante (789).

             O segundo candidato mais bem votado na região foi o deputado estadual Gervásio Maia Filho (PSB), de 43 anos, eleito pela primeira vez para a Câmara Federal. Ele teve como principal cabo eleitoral o governador Ricardo Coutinho (PSB) e foi o campeão de votos em toda a Paraíba com 146.860 sufrágios, dos quais 12.682 foram conquistados no Vale. Gervásio é natural de São Paulo, mas suas raízes familiares são de Catolé do Rocha.

              Herdeiro político do pai, o ex-deputado Gervásio Maia, e do avô, o ex-governador paraibano João Agripino Filho, ambos já falecidos, Gervasinho, como é tratado carinhosamente pela família e amigos, foi o mais votado na região em dois municípios: Itaporanga (2.631) e Nova Olinda (594).

              Outro parlamentar que obteve uma consagrada votação no Vale e no estado foi o sertanejo de São José de Piranhas, Wellington Roberto (PR), de 59 anos, radicado em Campina Grande há muito tempo. Ele foi o terceiro mais votado na região com 10.659 votos, 9,9% da votação total na Paraíba, que chegou a 107.465 sufrágios, a terceira maior no estado. Reeleito, o deputado foi majoritário em cinco municípios: Ibiara (1.935), Igaracy (1.668), São José de Caiana (1.403), Serra Grande (1.319) e Pedra Branca (1.305).

             O candidato a federal com a quarta maior votação no Vale foi o campinense Damião Feliciano (PDT), de 66 anos, que obteve 6.592 na região. O marido da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) também foi o quarto mais votado no estado: conseguiu 100.876 votos e renovou o mandato. Ele foi o mais votado em três municípios regionais: Coremas (3.722), Santa Inês (1.302) e Santana de Mangueira (842).

           O também campinense Aguinaldo Ribeiro (PP), de 49 anos, foi o quinto candidato mais bem votado à Câmara Federal no Vale e o segundo no estado. Dos 120.220 votos que teve na Paraíba, a região contribuiu com 4.627 sufrágios. O irmão da senadora eleita Daniela Ribeiro (PP) foi o majoritário em apenas um município regional: Piancó deu-lhe 2.713 votos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Informes & Opinião

 

 

 

 

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados