Em 01/06/2021

 

Delegado investiga execução de comerciante em Santa Inês. Ele deixa dois filos

 



        Por Redação da Folha – O delegado José Pereira iniciou a investigação sobre a morte do comerciante Vanderlúcio Fábio Vidal da Silva, que faria 46 anos em julho. Ele foi executado a tiros de pistola .40 quando se encontrava sentado na porta de um estabelecimento comercial localizado em Santa Inês, onde residia, no final da manhã desta terça-feira, 1º.

        A vítima morava em uma rua conhecida como Sitio Mamoeiro. De acordo com testemunhas, dois homens em uma moto e de capacete pararam em frente ao local, momento em que o garupa sacou a arma e disparou contra Vanderlúcio, que teve morte imediata. Seu corpo ficou sobre a cadeira. Conforme o delegado José Pereira, ainda não há nenhuma linha de investigação, mas ele acredita em ação de pistolagem, ou seja, em crime por encomenda. Após o homicído, a dupla fugiu em direção ao Pernambuco. Capsulas deflagradas da pistola foram encontradas e recolhidas pela polícia. 

        O delegado começará a ouvir os familiares da vítima a partir da próxima segunda-feira e buscará alguma informação que ajuda na elucidação do caso. Vanderlúcio era divorciado e deixa dois filhos. Era uma figura popular na cidade, inclusive chegou a ser candidato a vice-prefeito na eleição de 20212.

        Depois da perícia, o corpo foi encaminhado para a necropsia em Patos para o atestado oficial da causa do óbito e, depois, será entregue à família para o sepultamento. A cidade está chocada com o crime.

 

 

 

 

 


 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados