Em 31/10/2019

 

Acusadas de raptar criança em Piancó, mãe e filha são presas em Coremas e a menina resgatada

 



         Por Redação da Folha – Duas mulheres, mãe e filha, raptaram uma criança no meio da tarde desta quinta-feira, 31, no bairro do Corsaco, saída de Piancó para Itaporanga. Segundo informações policiais, duas irmãs, uma de 9 e outra com 4 anos, saíram de casa para comprar sorvete, momento em que a menina mais nova foi abordada na rua pelas estranhas e raptada por elas.

            Quando a mãe foi perceber que sua filha havia desaparecido, a menina já estava longe de Piancó, mas graças a mobilização das pessoas pelos grupos de WhatsApp e uma ação rápida da polícia, em pouco tempo o paradeiro das mulheres foi localizado por policiais. Após a notícia do desaparecimento da menina correr a região, inclusive com imagens da vítima, surgiram testemunhas que viram a criança sendo conduzida pelas duas mulheres em direção a Coremas em um táxi.

            Ouvido pela polícia, o taxista confirmou que foi fretado para levar as mulheres e a criança até a entrada da cidade de Coremas, mas o que possibilitou a localização exata das autoras do rapto foi uma ligação antônima recebida no final da tarde pelo sargento Moura, do serviço de comunicação do pelotão de Coremas.

         “Com a informação recebida desse popular, eu mobilizei as duas guarnições disponíveis na cidade e a ação foi exitosa: em pouco tempo, elas foram localizadas e presas”, comentou Moura. Comandas pelos sargentos Cariri e Hélio e ocupadas pelo cabo Fabrício e o soldado Gutiérrez, as viaturas  logo chegaram ao enderenço indicado. Os policiais militares bateram à porta de uma casa localizada na Rua José Maxual, bairro cabo Branco, onde encontraram as mulheres e resgataram a criança, que não apresentava sinais de violência física, mas estava muito assustada. Maria Leite de Melo Eufrásio, de 48 anos, e sua filha, Tatiane Eufrásio Leite de Melo, de 26, foram presas em flagrante e levadas para a delegacia de Piancó, onde, neste momento, o delegado Rodrigo Pinheiro está lavrando o flagrante. A criança também foi conduzida à delegacia e entregue aos pais.

            Mobilizadas pelas redes sociais e tomadas pela revolta, centenas de pessoas (foto) aglomeraram-se em frente à delegacia de Piancó e tentaram avançar contra as acusadas, mas o povo foi contido pela polícia. Depois de autuadas, as duas mulheres deverão ser conduzidas para o presídio feminino de Patos. Familiares das acusadas dizem que elas sofrem de problemas mentais, e teria sido a primeira vez que as duas envolveram-se nesse tipo de crime.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 
Informes & Opinião

Folha do Vale - www.folhadovali.com.br
Av. Padre Lourenço, nº 392 - Itaporanga - Paraíba
©2010 - Todos os direitos reservados